Handebol garante bom público e movimenta fim de semana em Urussanga

Nem mesmo o Frio espantou o público que esteve presente no ginásio da escola Barão do Rio Branco, no último final de semana, para a realização da Copa papos e Tragos de Handebol sub-16 – Taça Madegil. Pais, atletas, professores e amantes do handebol prestigiaram o evento que contou com oito equipes no masculino e seis no feminino, vindas de Santa Catarina e também do estado vizinho do Rio Grande do Sul.

“Temos que apoiar esses grandes eventos esportivos em nossa cidade. É uma forma de movimentar a economia e fazer com que as pessoas conheçam Urussanga e voltem outros dias para conhecer a nossa cidade”, enaltece o diretor de esportes de Urussanga, Thiago Mutini.

Para o organizador do evento Marcos Alberto Freitas, a iniciativa alcançou seu objetivo, que era de movimentar o handebol em Urussanga. “Tivemos bons jogos, que servem de referência e motivação para os novos praticantes da modalidade e equipes que estão iniciando e reiniciando os trabalhos de base”, explica Marcos.

A competição contou com o apoio do Departamento Municipal de Esportes de Urussanga, Restaurante e Lanchonete Papos e Tragos de Urussanga e Madegil de Cocal do Sul.

Classificação:
Masculino:
1º – Torres (RS)
2º – Satc A (Criciúma)
3º – Capão da Canoa (RS)
4º – Içara
5º – SATC B (Criciúma)
6º – Colégio Murialdo (Araranguá)
7º – DME Cocal do Sul/ Construtora Carrer
8º – DME Meleiro

Feminino:
1º – Torres (RS)
2º – DME Meleiro
3º – Colégio Murialdo (Araranguá)
4º – Capão da Canoa A (RS)
5º – DME Cocal do Sul/ Padaria Nossa Senhora Aparecida
6º – Capão da Canoa B (RS)

Estudantes que utilizam o transporte escolar precisam confeccionar a carteirinha

Com o objetivo de promover uma organização maior na questão do transporte escolar de Urussanga, os estudantes das escolas estaduais e municipais do município que utilizam o transporte escolar precisam realizar o cadastro para confecção das carteirinhas do transporte escolar.

“Definimos um cronograma para que os pais ou responsáveis venham até a secretaria para realizar o cadastro que será fundamental para a utilização do transporte escolar do município”, esclarece a diretora de educação, Janea Possamai.

Para a confecção da carteirinha é necessário comparecer no dia determinado, com o cadastro do transporte escolar preenchido (pode ser impresso diretamente no site da Prefeitura de Urussanga: www. urussanga.sc.gov.br), cópia Carteira de Identidade/CPF, comprovante de frequência escolar, cópia do comprovante de residência atualizado e uma) foto 3×4.

A documentação deverá ser entregue no Departamento de Transporte Escolar – Secretaria Municipal de Educação de Urussanga, localizado na Rua João Maria Cancellier, 85, Bairro da Estação, no horário das 7h às 11h30min e das 13h às 17h.

Dia da Família leva pais e comunidade até a escolas

Desde 2016, as escolas de toda a rede estadual de Santa Catarina celebram o Dia da Família no mês de abril. A data foi instituída com uma sanção da proposta de lei elaborada pela FIESC em parceria com a Undime/SC, Federação dos Trabalhadores e Secretaria de Estado da Educação, com o objetivo de aproximar as famílias à vida escolar dos alunos por meio de atividades.

“Nos últimos anos, a família está deixando para a escola a responsabilidade da educação das crianças, não estava havendo uma integração entre pais e professores. Por isso a¬¬¬cho muito importante o dia da família na escola, uma integração para partilhar o que acreditamos e almejamos para nossas crianças”, conta Karola Ferreira Acácio, mãe de Cecília, de 6 anos, que participou do dia da família, na escola Caetano Bez Batti.

A escola preparou atividades que envolveram os pais e apresentações feitas pelos alunos. O encontro terminou com uma grande minestra que confraternizou e socializou pais, filhos, avós e amigos.

Para a diretora da escola Caetano Bez Batti, Stela Maris Talamini o dia da família na escola foi um momento para celebrar a importância que a família tem no processo educacional dentro da escola e na vida de nossas crianças e jovens. “O nosso objetivo é aproximar cada vez mais a família. Existe uma série de indicadores que apontam que os resultados educacionais melhoram a partir do momento em que a família se envolve ativamente com a escola”, relatou.

Nesse ano entre as atividades desenvolvidas estiveram brincadeiras, palestras, apresentações, homenagens, mutirões de limpeza, doação de mudas de verduras, ações de estímulo à leitura e oficinas de brincadeiras tradicionais, entre outras.

No Barão do Rio Branco aproximadamente 160 pessoas participaram, entre membros da família, estudantes, professores e funcionários. Entre as atividades que aconteceram no período da manhã incluíram Oficina de Jardinagem, Arborização, horta escolar, atividades recreativas, jogos cooperativos e pintura do muro.

“Estamos sempre oportunizando a participação da família na escola Barão do Rio Branco, principalmente através do diálogo. E, o encontro de sábado foi incrível, um ambiente acolhedor, na qual os pais, não mediram esforços para ajudar. Quando a família participa das ações da escola, demonstra a importância da educação na formação de seus filhos” conta Ma. Simone das Graças Nogueira Feltrin, gestora da escola.

Para o encontro a escola contou com o apoio das universidades UNIBAVE, com o curso de Educação Física e Agronomia, e da UNESC na doação de mudas de árvores nativas, ornamentais e frutíferas. E a parceria do 79º Grupo Escoteiro Cocal do Sul/SC com atividades direcionadas as crianças. A preparação dos lanches também foi feito por voluntários.

Em Urussanga, a mobilização da comunidade escolar no dia da Família também acontece nas escolas municipais durante todo o mês de abril. As três primeiras escolas a participarem foram Professor Ernesto Cezar Mariot, no Bairro Bom Jesus, Lydio De Brida, no Nova Itália e Rosalino De Nez, na Palmeira do Meio, com palestras e brincadeiras para a interação de pais e alunos.

“O objetivo é estabelecer vínculos com as famílias dos alunos para que se efetive uma parceria significativa, que faça a diferença no processo de aprendizagem das crianças. Na educação é imprescindível que família e escola andem juntas, enfrentando e superando os desafios, como parceiras”, conta Janea Possamai, diretora de educação de Urussanga.

Cocal do Sul abre 5ª Feira do Livro na próxima terça-feira

O município de Cocal do Sul irá realizar de 17 a 21 de Abril, a 5ª Feira do Livro. O evento acontecerá no salão de festas da igreja matriz, das 8h às 20h30. Paralelo à feira, Contação de histórias e apresentações culturais serão as atrações.

Segundo a secretária de educação, esporte e cultura, Ana Paula Cechinel a expectativa é receber mais de 6 mil pessoas durante os cinco dias do evento, dois dias a mais em relação aos anos anteriores. “Nosso objetivo neste ano é ampliar o número de participantes. Queremos que as pessoas aproveitem ao máximo essa oportunidade e que a Feira possa despertar e incentivar cada vez mais nossos leitores e visitantes na busca pelo conhecimento e pelo hábito da leitura”, declara.

A Feira irá receber crianças, estudantes, universitários, comunidade e visitantes da região. Durante o evento todos terão oportunidade de adquirir títulos que normalmente comprariam pela Internet, com preços acessíveis.

Programação
Data: 17 a 21 de Abril
Local: Salão de festas da igreja matriz
Horário: das 8h às 20h30, de 17 a 20 de abril
Sábado, 21, das 8h às 12h, com a participação dos Jogos de Mesa
Contação de histórias
De terça-feira a sexta-feira
Período da manhã: às 8h30
Período da tarde: às 14h
Apresentações culturais
De terça-feira a sexta-feira, às 19h

Urussanga recebe visita do reitor da Udesc

O Município de Urussanga recebeu na manhã de segunda-feira, dia 2 de abril, a visita do reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Marcus Tomasi. Acompanhado do deputado estadual Rodrigo Minotto e representantes do Executivo e Legislativo municipal, o reitor trouxe informações que poderão trazer para Urussanga, um pólo da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que oferecerá cursos de graduação da Udesc, gratuitos.

“Viemos a Urussanga novamente trazendo toda a documentação necessária para habilitar a cidade para ser um dos polos da Universidade Aberta do Brasil. No ano passado, estivemos aqui, porém, houveram algumas mudanças nos critérios para a homologação dos polos. É necessário também a aprovação da câmera. Se conseguirem isso até o final do ano podemos abrir o edital para o vestibular”, explica o reitor da Udesc, Marcus Tomasi.

Os cursos à distância ofertados serão pedagogia, administração pública, licenciatura em ciências e especializações em gestão municipal e educação inclusiva. Com a autorização para que o município seja sede de um pólo da UAB, poderão vir à cidade cursos de diversas universidades de todo o país.

O deputado Rodrigo Minotto, se colocou à disposição para auxiliar no processo. “A importância da universidade no município de Urussanga é você poder dar oportunidade a quem não tem oportunidade. Desde o início dessa gestão municipal, a educação sempre esteve como foco. No ano passado já intermediamos uma primeira reunião, conhecemos as instalações do município e vimos que estão preparados para receber uma universidade. Hoje demos mais um passo à frente”, garante Minotto.

O vice-prefeito Décio Silva, enalteceu a visita das autoridades e o compromisso de trazer um pólo da universidade ao município. “Queremos que todos olhem com carinho para Urussanga. É fundamental que possamos investir em educação e este sempre foi um dos nossos compromissos. Vamos trabalhar para colocar este pólo em funcionamento”, garante Décio.

De acordo com o prefeito Gustavo Cancellier, a Administração irá trabalhar intensamente para que os cursos já estejam à disposição no primeiro semestre de 2019. “Não iremos poupar esforços para garantir agilidade nos processos e, desta forma, garantir mais um sonho realizado, abrindo vagas para que os urussanguenses possam ter uma formação superior estudando dentro do próprio município”, afirma Gustavo.

Crianças de Urussanga enviam trabalhos à Itália

Mais de 30 trabalhos feitos na rede municipal de ensino de Urussanga foram enviados recentemente à cidade co-irmã de Longarone, na Itália, a fim de participarem da 9ª edição do concurso “Angelo Fain Binda”, promovido anualmente pela Associação “Bellunesi nel Mondo” e a “Famiglia emigranti ed ex emigranti del longaronese”.

Com base no tema “L’Emigrazione Italiana e Bellunese nel Mondo”, estudantes do 5º ao 9º ano das escolas Lydio De Brida, Ernesto Cesar Mariot, Rosalino Damiani, Rosalino De Nez e Alda Brognoli Marcon, elaboraram 34 textos relatando as histórias de vida de avós abordando a fé, coragem, esperança e sonhos.

De acordo com a professora Liz Regina Zapelini De Bona, o objetivo da participação dos alunos no concurso é o resgate e a preservação da cultura italiana em Urussanga. “A participação de crianças e jovens urussanguenses no concurso faz parte das muitas atividades do projeto “Somos Sujeitos Históricos: nossa história, nossa gente”, que foi criado em 2003 e se mantém vivo até os dias atuais. No dia 20 de maio deste ano o projeto completa 16 anos. Acredito nos benefícios da importância de se conhecer, valorizar, respeitar e preservar a cultura de um povo”, salienta.

Escola Antonieta Quintanilha de Andrade reinaugura quadra do Ginásio de Esportes

A EEF Antonieta Quintanilha de Andrade, localizada no bairro Rio América, celebrou ao lado da comunidade, no dia 23 de março de 2018, a reinauguração da Quadra do Ginásio de Esportes. A obra marca um novo tempo para a comunidade escolar, pois há mais de um ano e meio, a quadra estava interditada, impedindo as atividades físicas dos estudantes.

O recurso para a realização da obra foi destinado por meio de subvenção do Deputado estadual, Cleiton Salvaro. O trabalho foi executado pela empresa Casa do Construtor e Construções Eirelli ME e entregue em dezembro de 2017. Um investimento de R$ 66.611,79.

A cerimônia contou com a presença do deputado Cleiton Salvaro, prefeito municipal, Gustavo Cancellier, presidente do Legislativo, Odivaldo Bonetti, vereadores José Carlos José, Gilson Casagrande e Marcos Roberto Silveira, direção escolar, professores, colaboradores, alunos e convidados.
Para a diretora da escola, Márcia Echamendi Possamai a obra é uma conquista e fará toda a diferença no dia a dia dos alunos. “Nós estávamos com a tabela de basquete quebrada, sem grade lateral, traves desparafusadas, enferrujadas e o piso da quadra era em madeira totalmente danificado, com lâmpadas internas e externas estando 90% queimadas e com a fiação comprometida. Agora vamos poder retomar todas as nossas atividades com segurança e qualidade”, ressalta.

O deputado Salvaro, durante a cerimônia, referiu-se a obra como uma das mais importantes e gratificantes. “O esporte é uma das melhores ferramentas para formarmos excelentes cidadãos. Ele disciplina, ensina o trabalho cooperativo e, principalmente, mantém nossos jovens ocupados, os mantendo longe das coisas ruins que o mundo oferece. Além disso, ele é um ponto de união para toda a comunidade, onde todos encontram um local para o lazer”, relatou.

Márcia destacou ainda que o esporte é um grande incentivador no desenvolvimento dos alunos. “Nossa comunidade é muito desportista. Ela sempre se destacou nas várias modalidades, principalmente futebol de campo e salão, atletismo e Karatê. Esta nova quadra proporcionará uma melhor qualidade de vida a nossos alunos, e membros da comunidade, assim como poderá suprir o tempo ocioso dos mesmos. A prática esportiva deve ganhar cada vez mais espaço dentro do contexto escolar. São inúmeros os benefícios que o esporte traz para a sociedade, graças às suas características de promover o bem estar individual e coletivo, abrangendo todos os níveis sociais”, finaliza.

Ao final da cerimônia, três jogos entre amigos na modalidade futebol de salão marcaram o ato de reinauguração da quadra. O primeiro foi entre os alunos da escola e os que treinam com o professor Valdir na DME. Em seguida entraram os times Rádio Eldorado e do Prefeito Gustavo, nalizando com as equipes organizadas pelos pais e alunos da comunidade de Rio América.

IFSC oferece novos cursos de qualificação em Urussanga

A Administração Municipal de Urussanga por meio da Secretaria de Educação do município e em parceria com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) abriu novas inscrições para cursos gratuitos de qualificação profissional que serão ministradas em Urussanga.

São oferecidos os seguintes cursos: NR-10, Soldador, Desenhista Mecânico e Maquiador. “A qualidade do ensino IFSC é comprovada pelo desempenho de seus estudantes onde a maioria já está atuando profissionalmente em suas áreas de conhecimento. Em 2017 foram 87 formandos e para este ano queremos aumentar significativamente este número. Os cursos de qualificação são ofertados na modalidade formação inicial e continuada e são voltados para o aperfeiçoamento prossional em diversas áreas. São cursos rápidos, com cerca de três meses de duração e inteiramente gratuitos. Uma ótima oportunidade para quem quer qualficação prossional”, garante a diretora de educação de Urussanga, Janea Possamai.

As inscrições para os cursos são gratuitas e devem ser feitas pela internet, no endereço sistemadeingresso.ifsc.edu.br . O prazo vai até o dia 8 de abril.

Mais informações podem ser obtidas junto ao Naes (Rua Almirante Barroso, s/n Bairro Das Damas, telefone 3465-3518 ou 99622-3660 com Julia) e na Secretariade Educação de Urussanga (Rua João Maria Cancelier, 85, Bairro da Estação, telefone 3465-1503).

 

IFSC oferece novos cursos de qualificação em Urussanga

A Administração Municipal de Urussanga por meio da Secretaria de Educação do município e em parceria com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) abriu inscrições para novos cursos de qualificação profissional que serão ministrados em Urussanga.
São oferecidos os seguintes cursos: Promotor de Vendas, Eletricista Industrial, Torneiro Mecânico, Assistente de Operador de Água e Efluentes e Metodologias para o Ensino de Ciências nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, este último voltado aos professores da rede pública municipal.
“Estamos aqui reforçando o nosso compromisso de garantir a qualificação profissional aos nossos urussanguenses. Essa parceria com o IFSC só se fortalece e garante a possibilidade dos nossos jovens e adultos terem conhecimento nas mais diversas áreas, com cursos qualificados, gratuitos e que farão a diferença para a contratação no mercado de trabalho”, garante o prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier.
As inscrições para os cursos são gratuitas e devem ser feitas pela internet, no endereço: www.sistemadeingresso.ifsc.edu.br . O prazo vai até o dia 18 de fevereiro. Detalhes sobre o processo seletivo devem ser consultados nos editais disponíveis no Portal do IFSC. Mais informações podem ser obtidas junto à Secretaria de Educação de Urussanga (Rua João Maria Cancelier, 85, Centro, telefone 3465-1503).

CONFIRA DETALHES SOBRE OS CURSOS:
PROMOTOR DE VENDAS
Turno: noturno
Período: março a dezembro 2018
Pré-requisito: Ensino Fundamental I completo.
ELETRICISTA INDUSTRIAL
Turno: noturno
Período: março a dezembro 2018
Pré-requisitos: mínimo de 16 anos e Ensino Fundamental completo.
TORNEIRO MECÂNICO
Turno: noturno
Período: março a dezembro 2018
Pré-requisitos: mínimo de 16 anos e Ensino Fundamental completo.
ASSISTENTE DE OPERADOR DE ÁGUA E EFLUENTES
Turno: noturno
Período: março a julho 2018
Pré-requisitos: mínimo de 16 anos e Ensino Fundamental completo.
METODOLOGIAS PARA ENSINO DE CIÊNCIAS – ANOS INICIAIS ENSINO FUNDAMENTAL
Turno: vespertino
Período: março a julho 2018
Pré-requisito: ser professor integrante do quadro permanente ou temporário e que atua nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental da rede pública municipal de Urussanga.

Especialização na área da Infância

A pós-graduação “Infância e Desenvolvimento Infantil” está com as inscrições abertas para o primeiro semestre de 2018, na Unisul campus Tubarão. O curso tem como objetivo qualificar profissionais que tenham interesse em atuar na área educacional e com a infância. Os interessados podem se inscrever até o dia 8 de fevereiro, pelo link: Infância e Desenvolvimento Infantil. As aulas são quinzenais, nas noites de sextas-feiras e aos sábados. O curso, oferecido presencialmente, terá duração de 390 horas.
A conjuntura atual apresenta diversidades familiares, sociais e educacionais. Isso tem exigido dos profissionais uma ampliação de seus saberes sobre as novas configurações familiares, os impactos da modernidade na constituição psíquica das crianças, as relações escola e família, de modo a qualificar suas intervenções nesses espaços. O curso é coordenado pela professora doutora Andrea Volpato Wronski e oferece disciplinas como: a construção da personalidade dos 2 aos 12 anos de idade; a
criança vítima de violência; a escola, a família e a criança: aspectos da contemporaneidade; desenvolvimento infantil; dificuldades de aprendizagem; psicopatologia infantil; síndromes infantis, dentre outras.

CMG convida para a IV JORNADA TECNOLÓGICA CIENTÍFICA

Buscando unir a comunidade por meio da educação, o município de Cocal do Sul se prepara para receber a IV Jornada Tecnológica Científica do Colégio Maximiliano Gaidzinski, que acontece entre os dias 03 e 05 de outubro, no Salão Paroquial da cidade. Por meio de uma vasta programação com, palestra, exposição de projetos científicos e apresentações culturais, a edição será pautada pelo tema “Alternativas e Soluções Ecoeficientes”. O evento integra ainda a VI MMAGIC – Mostra Maximiliano Gaidzinski de Iniciação Científica – e a XX SITC (Semana de Iniciação Tecnológica Científica). A pedagoga e mestre em educação Rose Margareth Reynaud Mayr abre a jornada com a palestra “Educação e os Caminhos Para Uma Nova Geração”, sendo aberta ao público e com foco aos educadores tanto do âmbito escolar como familiar. “A proposta de trazer esse tema está relacionada ao que acreditamos ser nossa missão: o saber educacional e a busca de conhecimento relativo à formação humana”, comenta
a diretora do CMG Jordana de Faveri.
A programação conta também com a participação dos alunos do Ensino Médio e Técnico em Cerâmica e Eletromecânica, que apresentarão aos visitantes ideias sustentáveis com projetos e pesquisas voltados a desenvolver indústria e comunidade. “Esse é um momento único de aproximação entre estudantes, indústrias e comunidade em geral para troca de informações. A jornada permite aos alunos novas experiências que agregam o conhecimento prático do que já é tratado em sala de aula, e propõe ao mercado de trabalho o contato com futuros profissionais e ideias criativas. Uma sinergia potencializada para a educação de nossa região”, conclui a diretora.

Semana da Pátria inicia no dia 1º de setembro

Urussanga retomará, no dia 7 de Setembro, o tradicional Desfile Cívico. A ação que faz
parte das celebrações do Dia de Independência do Brasil terá início às 9 horas, na Avenida Presidente Vargas e seguirá pela Praça Anita Garibaldi, finalizando em frente à Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição. O desfile contará com a participação das escolas e entidades do município, fanfarra da comunidade de Santana e Orquestra Municipal de Urussanga.
“Nós entendemos que toda a sociedade deve comemorar as suas datas cívicas, por isso retomamos esta ação que é tradicional no município. O desfile de Sete de Setembro resgata a nossa história, faz com que a população tenha amor ao nosso país e ressalta o quanto foi e continua sendo importante para o Brasil a sua Independência. Se mantermos esse sentimento de amor à Pátria, diminuiremos outros problemas, até mesmo os políticos enfrentados hoje pelo nosso país”, enaltece o prefeito Gustavo Cancellier.
A Semana da Pátria já inicia no dia 1º de setembro, às 15 horas, com a presença do da Banda do 28º GAC, de Criciúma. Além disso, também será realizado o Hasteamento e Descerramento da Bandeira, com a presença de escolas do município, todos os dias, no Paço Municipal, às 8 e às 17 horas, respectivamente.
“O Dia da Independência sempre será uma data a comemorar no sentido de reafirmar nossa liberdade como cidadãos que lutam por um país mais justo, igualitário, solidário. Se o Brasil vem passando por uma grande crise política, basta olharmos para trás para vermos mais motivos para continuarmos lutando por dias melhores. Hoje devemos ter a responsabilidade de conduzir a história, por nós e por aqueles que nos permitiram chegar até aqui”, enaltece o diretor administrativo da Secretaria Municipal de Educação, Victor Novaresi. “Por isso, vamos fazer nossa manifestação na forma de um desfile cívico em nossa cidade como forma de, irmanados, declararmos nosso civismo e amor pelo Brasil”, complementa.

Inscrições abertas para novos cursos gratuitos de qualificação

Estão abertas até o dia 07 de agosto as inscrições gratuitas para novos cursos de qualificação profissional ofertados pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) em Urussanga.
São 100 vagas distribuídas em quatro cursos: Eletricista Industrial, Torneiro Mecânico, Instalador Eletricista Predial de Baixa Tensão e Representante Comercial. Todos os cursos são gratuitos e recebem certificação.
Para se inscrever, o candidato deve acessar o Portal de Inscrições do IFSC. A seleção será feita por sorteio público, marcado para o dia 9 de agosto. As matrículas dos candidatos selecionados em primeira chamada serão realizadas entre os dias 11 e 15 de agosto.
Os cursos de qualificação, oferecidos na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC), são voltados à formação e ao aperfeiçoamento profissional e possuem curta duração.
Os pré-requisitos variam de acordo com cada curso. Para verificar os cursos disponíveis, bem como pré-requisitos e horários das aulas, os candidatos devem ler o Edital Nº 19/DEING/2017/2.
Os cursos serão realizados no Núcleo Avançado de Ensino Supletivo (NAES), em Urussanga, localizado na Rua Almirante Barroso, 360, Bairro das Damas (telefone 3465-3518).

Matrículas abertas no Colégio Maximiliano

O Colégio Maximiliano Gaidzinski – CMG, de Cocal do Sul, inicia o período de matrículas para o ano letivo 2017/2. A escola oferece Curso Técnico em Cerâmica e Eletromecânica no período vespertino. As matrículas estão abertas para as fases dos cursos oferecidos e vão até 28/07.
Na área técnica, o CMG já formou mais de 1000 técnicos em cerâmica e eletromecânica, hoje espalhados pelo Brasil e exterior com atuação em empresas renomadas no setor.
Para os funcionários de fábrica e filhos de funcionários das empresas do setor cerâmico e eletromecânico o colégio está oportunizando o desconto de 23% nas mensalidades dos cursos técnicos.
As inscrições devem ser feitas na secretaria do colégio, das 8 horas às 17 horas, em Cocal do Sul. Os documentos necessários são: uma fotocópia da certidão de nascimento e CPF. Mais informações pelo telefone: (48) 3447-7736.

Rondonistas realizam atividades em Urussanga

Os acadêmicos que participam da Operação Caminhos do Sul do Projeto Rondon promoveram ações em Urussanga. As atividades realizadas pelo grupo encerram neste sábado, 22 de julho. Esta é a segunda vez que uma operação do Projeto chega à cidade. A primeira ocorreu em 2012.
Nos primeiros dias, os 13 rondonistas que vieram a Urussanga se dividiram em atividades na Escola Barão do Rio Branco, Vincenzo De Villa e no Centro de Educação Infantil Zilda Darella. “Essa é uma grande oportunidade de troca de saberes. Nós trazemos um pouco do saber
acadêmico e conhecemos a vivência aqui da cidade. Com essa experiência nós aprendemos muito mais do que ensinamos”, garante Tomé de Pádua, servidor do IFSC em São Miguel do Oeste e que participa da operação em Urussanga.
De acordo com o prefeito Gustavo Cancellier, a intenção é fazer com que o grupo se sinta em casa. “Este é um projeto que irá fazer a diferença não só na vida destes acadêmicos, como também de todas as nossas comunidades. Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que eles se sintam em casa e dar toda a segurança para que possam realizar
os trabalhos que estão programados”, enaltece o prefeito. “O Projeto Rondon é um trabalho educacional, cultural e social que garante a formação dos universitários como cidadãos, além de incentivar o desenvolvimento sustentável nas comunidades”, complementa o diretor administrativo de Educação, Victor Novarezi.
A Operação Caminhos do Sul do Projeto Rondon, que ocorre em Santa Catarina, promove atividades do dia 12 a 22 de julho, sendo o primeiro dia para ambientação, o segundo para a abertura das atividades e o último para encerramento.

Educação especial: caminho de aprendizagem, evolução, superação e amor à vida

Ao acompanhar a interação diária dos alunos da escola Santa Rita de Cássia – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Urussanga, entende-se o sentido pleno da palavra viver: compartilhar, trocar, participar, conviver, interagir, relacionar e desfrutar.
É nesta instituição dedicada à educação especial há 39 anos que 275 pessoas com deficiência intelectual, múltipla ou síndromes associadas já se beneficiaram e 75 alunos continuam usufruindo de possibilidades de aprendizagem, orientações e prestação de serviços desenvolvidos por meio de oficinas e atendimento especializado.
Natália Mandelli Bortolotto, de 19 anos, é uma das alunas que participa da oficina de trabalhos manuais. Ela elabora bonecas feitas após recorte e colagem de filtros de café usados. “Eu gosto de fazer as bonecas africanas. Mas também gosto de artes, fazer cartão, educação física, informática. Eu gosto muito dos meus colegas”, conta animada.
Os serviços prestados pela APAE refletem na evolução e no desenvolvimento de seus alunos. Para a pedagoga Marizete Martins Concer, Natália é um destes exemplos. “A oficina de trabalhos manuais, por exemplo, traz muitas oportunidades e possibilidades aos alunos. Aqui a Natália desenvolve sua criatividade trabalhando desde o esqueleto da boneca até a criação da roupa. Observamos uma grande evolução dela na questão comportamental, na alimentação, criando também mais independência e uma forte interação com os colegas”, explica.
Segundo a diretora da Apae de Urussanga, Maristela Vieites de Jesus, as defasagens de cada aluno são minimizadas depois do trabalho realizado dentro da instituição. As terapias e os atendimentos pedagógicos especializados melhoram a socialização, o comportamento, a postura, a comunicação e a aquisição de conhecimentos. Entre as ações de aprendizagem está a Oficina Protegida Terapêutica, que busca oportunizar ao educando a aquisição de conhecimentos, o desenvolvimento de capacidades e habilidades para sua autonomia e aptidões para o trabalho, promovendo a inclusão da pessoa com deficiência intelectual e múltipla com intenção de conscientizá-lo sobre sua participação efetiva no processo de exercício da cidadania. Neste contexto, os alunos confeccionam trabalhos artesanais como cestas e utensílios e objetos de decoração.
Já na turma de Atendimento Educacional Especializado (AEE), quatro alunos frequentam o ensino regular e duas vezes por semana permanecem na APAE. “Buscamos qualificar as funções psicológicas superiores do educando, autorregulamentação de sua estrutura cognitiva, mediante investigação de estratégias pedagógicas que possibilitam avanços no seu processo de aprendizagem”, salienta Maristela.

Atendimento que faz a diferença
A Apae tem por objetivo promover e articular ações que promovam o crescimento do ser humano elevando a sua autoestima, investindo no seu potencial e descobrindo talentos para que possamos ampliar o universo de integração de nossos alunos, buscando oportunidades de desenvolver suas possibilidades de aprendizagem e proporcionando por meio da participação efetiva da família a inclusão na sociedade, contribuindo assim para o exercício da cidadania.
Atuando em diversas frentes como saúde, prevenção, assistência social, educação, esporte, cultura, lazer, entre outras, a APAE de Urussanga busca melhorar a qualidade de vida dos seus alunos.
Dentro da educação especial, os alunos são atendidos por idade e grau de comprometimento nas turmas de Estimulação Precoce, Serviço Pedagógico Específico (SPE), Atendimento Educacional Especializado (AEE), Serviço de Atendimento Especializado (SAE), Transtorno Espectro Autista (TEA) e em Oficinas, que contemplam aulas de artes, educação física, informática e também acompanhamento e atendimento de psicologia, fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional e assistente social. A instituição também desenvolve outras ações como palestras, atendimentos especializados, assessorias nas escolas e orientações as famílias.

PORTA-VOZES EM DEFESA DOS DIREITOS E DE INTERESSES
Tornar-se mais atuante, participativo e respeitado ao conhecer seus direitos e deveres. É assim que agem os Autodefensores da APAE. Em um movimento desenvolvimento pelas APAEs de todo o Brasil denominado Programa de Autodefensoria, alunos têm espaço para propor ideias, sugestões e posições a fim de aperfeiçoem o seu atendimento e sua participação em todos os segmentos da sociedade.
Eleitos a cada três anos pelos colegas, dois alunos, sendo um representante do sexo masculino e uma do sexo feminino, passam a defender os interesses das pessoas com deficiência intelectual e múltipla.
Os representantes possuem assento e voz em todos os eventos o ciais promovidos pelas Apaes, Federações das Apaes nos Estados e na Federação Nacional das Apaes, inclusive em todas as assembleias e reuniões da diretoria. Atualmente, os porta-vozes dos companheiros da Apae de Urussanga são Ronaldo Machado e Grazieli Crescêncio com poder de decisão local. Já a aluna Everlaine Machado Borges atua nos interesses regionais.
Ser autodefensor é motivo de orgulho para o aluno Ronaldo. “Eu gosto de ser autodefensor para ajudar os colegas, conseguir algo para a Apae e defender o direito dos alunos”, afirma com entusiasmo.
Para a coordenadora pedagógica e coordenadora local dos autodefensores, Daiane Comin Pacheco Borges, esta ação é mais uma conquista na busca do crescimento e da autonomia.
“A participação deles faz uma grande diferença, de forma positiva, e pode ajudar os demais membros da diretoria a desenvolver habilidades no tratamento da pessoa com deficiência”, frisa.
Um dos desafios do Programa de Autodefensoria é trabalhar pelo crescimento e desenvolvimento das pessoas com deficiência intelectual e múltipla, considerando suas necessidades e anseios, e contribuir para a sua inserção social.

AULAS DE INGLÊS INTEGRAM POR MEIO DO LÚDICO
Olhos e ouvidos atentos as palavras pronunciadas pelo professor… Five… Apple… Blue. E logo em seguida elas são repetidas pelos alunos da APAE de Urussanga durante a aula de inglês. Ela é conduzida semanalmente de forma voluntária pelo professor Douglas Búrigo Dalló na sede da instituição há três anos e já contempla mais de dez alunos. É de forma lúdica que o professor transmite os ensinamentos. Jogos e músicas auxiliam no aprendizado de cores, números, frutas, cumprimentos e formação de frases com verbos. “A metodologia é fazer com que eles gostem de falar inglês. Comecei as aulas com palavras soltas e de maneira lúdica. Comprei frutas e as mostrei para que eles fizessem a associação tanto com as cores como com os números. Agora já evoluímos bastante. Em datas comemorativas trabalhamos frases para serem compartilhadas em família”, conta Dalló.
Segundo o professor, as aulas também buscam a socialização e integração dos alunos. “Eles se sentem mais integrados aprendendo este idioma e eu feliz ao instruí-los”, ressalta.

Amadurecimento e desenvolvimento intelectual despertam para a arte
Mais uma vez a APAE de Urussanga exerce papel fundamental no aprendizado da aluna Natália Mandelli Bortolotto, de 19 anos, portadora da Síndrome de Down. Ela frequentou a instituição durante os primeiros anos de vida recebendo terapias específicas de estimulação para um melhor desenvolvimento e qualidade de vida.
Com menos de dois anos de idade, Natália começou a estudar no ensino regular em uma escola privada e assim iniciou seu processo de alfabetização e socialização. “Desde o início ela sempre correspondeu positivamente aos estímulos aplicados no seu aprendizado. A sua desenvoltura possibilitou a conquista de muitos e fieis amiguinhos que a acompanharam sistematicamente até a sua pré-adolescência. Depois ela passou a frequentar a escola municipal Lydio de Brida, onde permaneceu até o de 2015, finalizando seu ensino fundamental. A escola foi muito importante para Natália, pois neste período usufruiu muito dos serviços especiais para alunos inclusivos, aprendizado pedagógico, bem como, a sua socialização. Ela cresceu e se desenvolveu com o acompanhamento de coleguinhas que estavam ao seu lado tanto na escola como nos finais de semana em nossa casa”, comenta a mãe de Natália, Soraia Mandelli Bortolotto.
Natália retornou à APAE no ano passado, coincidindo com sua fase de juventude. E logo se identificou com a oficina de artesanato. Simultaneamente a jovem frequenta as demais disciplinas do ensino regular da instituição. Destacou-se ao ganhar o primeiro lugar no concurso nacional de cartões de Natal das Apaes do Brasil. A aluna desenhou José, Maria e Jesus e finalizou o material com tinta guache.
A convivência na APAE está sendo sentida de forma mais intensa por Natália. Os pais percebem um comportamento mais maduro, seguro e, até, com mais responsabilidade. “Ela se relaciona muito bem com todos e passou a compartilhar mais ações e sentimentos coletivos. Possuidora de um gênio forte e dominante, Natália é muito desinibida e cheia de ideias. Fez logo muitos amigos na APAE e sua satisfação tem sido motivo de muitos diálogos de descontração em casa. Na APAE passou a ser muito
mais dedicada e talentosa na arte gráfica e consegue elaborar desenhos de alta complexidade, incomuns para a grande maioria dos portadores de sua síndrome. A APAE é a sua segunda família da qual ela se sente muito orgulhosa. Não sabemos por quanto tempo ela ainda estará frequentando esta importante instituição de educação especial, mas temos a certeza que, enquanto ela estiver ligada à APAE, ela contará com o privilégio de poder usufruir, gratuitamente, dos serviços especiais e fundamentais para o seu amadurecimento e desenvolvimento intelectual”, explica o pai, Névton Bortolotto.
Em pequenos gestos, Natália já demonstra mais independência. Nos últimos tempos mostra seu interesse por gastronomia e participa ativa e interessadamente de algumas ações no restaurante da família.
“Temos que nos lembrar que os especiais serão sempre especiais em qualquer circunstância. Eles ainda chamam a atenção do público, justamente por serem diferentes nos seus mais variados aspectos. Eles são muito capazes e têm uma visão do mundo muito diferente da nossa. Natália nos surpreende a cada dia. Ela gostaria de
ser cantora, cozinheira, artista plástica, ter seu carro e ser, na verdade, independente. Achamos ainda um pouco cedo para levar isso tudo a sério, mas temos a certeza de que ela sempre contará com nosso apoio para que se sinta amada e feliz, realizando o que mais gosta de fazer e sentindo-se útil e importante como qualquer um outro do seu convívio”, finaliza a mãe.

INDEPENDÊNCIA PROPORCIONADA POR MEIO DO MERCADO DE TRABALHO
Prestativa, caprichosa e uma boa companheira de trabalho. É assim que os funcionários de um supermercado, em Urussanga, descrevem a colega Marcia Regina Rodrigues, de 42 anos. Apesar de desempenhar a função de empacotadora, ela está sempre disposta a atuar em outras frentes dentro do ambiente de trabalho. Marcia é um exemplo de superação.
Aos 27 anos ela começou a frequentar a APAE de Urussanga. “Antes disso, eu não sabia ler e nem escrever. Na escola normal eu não conseguia aprender. Parei de estudar com 9 anos, na mesma época em que minha mãe faleceu”, conta.
O ingresso na instituição APAE trouxe novas perspectivas para a vida de Marcia. Durante três anos, ela participou de oficinas pedagógicas e de artes, aprendeu a ler e escrever e fez muitos amigos.
“Eu gostava muito da oficina de artes. E pensava que se caso não encontrasse emprego, faria os trabalhos que aprendi na oficina, como cestinhas e caixinhas, para vender”, relata Marcia.
O estímulo positivo que recebeu de professores e coordenadores impulsionou o seu caminho em direção a independência. Com o auxílio do pai João, Marcia iniciou sua atuação no mercado de trabalho há sete anos. “Na APAE também fui incentivada a trabalhar. E hoje tenho emprego de carteira assinada. Sempre gostei de trabalhar. E com tudo que aprendi na APAE pude seguir o meu caminho”, ressalta.

Proerd forma 250 alunos em Urussanga

Na noite de quinta-feira, dia 4 de agosto, foi a vez das crianças de Urussanga firmarem o compromisso de dizer não às drogas.
Numa solenidade animada, divertida e participativa, 250 alunos do 5º ano do ensino fundamental de 11 escolas municipal, estadual e particular se formaram no Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas) que tem como lema “Nossas crianças longe das drogas”.
O evento que esta em sua 14ª edição reuniu centenas de pessoas, entre elas o Comandante da Guarnição Especial de Polícia Militar de Içara Tenente Coronel Darci Rodrigues Júnior, o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Urussanga 1º Tenente Daniel Comerlatto, Prefeito Johnny Felippe, vereadores, pais, familiares, professores, policiais, colaboradores do Proerd, entre outros, no Ginásio Centenário, na Estação.
As aulas foram ministradas pelo instrutor do Proerd Cabo Sorato e tiveram início em meados de março deste ano. O programa é idealizado pela Polícia Militar, na qual visa à educação preventiva ao uso de drogas e a violência, preparando as crianças e adolescentes para fazerem escolhas seguras e responsáveis em suas vidas.
Durante o evento, os estudantes também receberam premiação pela melhor redação, homenagens foram feitas aos parceiros, apresentações artísticas encantaram o público e o mascote Daren fez a alegria dos participantes.
“O Proerd tem sido de muita importância na educação das nossas crianças, pois durante as aulas ministradas de forma simples e segura, ensinamos e alertamos sobre drogas ilícitas ou lícitas, prejuízos a saúde e consequências. No final do trabalho, observamos um avanço positivo, pois há uma mudança de comportamento e eles passam a observar e a cobrar ao redor de seu universo”, afirma o Cabo Sorato.

Curso prepara e qualifica jovens para continuar no Campo

Thais Trevisol

Com o objetivo de manter a cultura agrcola na regio, a Associao Fraternit deu incio a ideia de unir foras para dar ensino Tcnico em Agropecuria gratuito aos jovens. A iniciativa ser uma grande oportunidade para qualificar e preparar os jovens que vivem no campo e incentiv-los para atuarem com setor agrcola. As aulas acontecem em Azambuja na Escola Tcnica Agrcola do Vale da Uva Goethe, onde as disciplinas ofertadas so do Ensino Mdio integradas com disciplinas em Tcnico em Agropecuria. As aulas acontecem todos os dias no perodo da noite e aos sbados pela manh com aulas prticas.
O curso possibilita ao jovem trabalhar durante o dia, podendo executar o que est aprendendo. importante esse trabalho para que o jovem permanea na sua comunidade para que d continuidade ao trabalho rural. Procuramos com esse curso que os filhos do homem do campo, possam ajud-lo durante o dia e estudar noite, no precisando que se afaste do seu lar, explica Carlos Magno Kucera, Vice-presidente da Associao Freternit Italiana.
Atualizando as tcnicas atravs do estudo, os jovens podero estar ajudando seus pais e prestando assistncia tcnica s propriedades rurais, cooperativas, instituies, entre outros. Os jovens podem atuar nas seguintes reas: Empreendedorismo, administrao, produo, explorao, comercializao e prestao de servios em empresas e propriedades rurais.

Matrculas abertas
As matriculas devem ser feitas diretamente em Azambuja na Escola Tcnica Agrcola do Vale da Uva Goethe at o dia 28 de Fevereiro de 2013. Alunos que concluram o Ensino Fundamental podem estar fazendo a matrcula. Os documentos necessrios so: Identidade, CPF (se tiver), comprovante de concluso do Ensino Fundamental.
importante ressaltar que mesmo quem j tenha concludo o Ensino Mdio pode estar fazendo o curso. Alguns pais que matriculam seus filhos gostaram tanto que j se matricularam tambm, ressalta Luiz Coelho, Coordenador do curso tcnico.
O curso tem durao de trs anos e ter direito ao certificado do segundo grau e tambm de ttulo de Tcnico em Agropecuria, credenciado junto ao CREA/SC.

98% das crianas do pas entre 6 e 14 anos esto na sala de aula

Especial/Rassa Gomes

Mais de 98% das crianas entre seis e 14 anos esto fraquentando a escola. A informao da publicao Indicadores de Desenvolvimento Brasileiro, divulgada pelo Ministrio do Planejamento. Entre as crianas menores, de quatro e cinco anos, o aumento foi de 55,1% em 2001 para 78,2% em 2011. O tempo de estudo entre os brasileiros tambm aumentou. Os jovens de 16 anos com pelo menos oito de estudo passaram de 50,1% em 2001 para quase 70% em 2011. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate Fome, Tereza Campello, atribui esse aumento ao programa Bolsa Famlia. olhando a aposta que ns fizemos no Bolsa Famlia, que viabilizou que a gente no s tivesse reduzido drasticamente os ndices de desnutrio infantil e reduzindo os ndices de mortalidade infantil, portanto integrando as aes de superao da pobreza, com aes da sade e aes da educao que nos mostram hoje outros indicadores na rea de incluso das crianas em sala de aula, afirma.
A publicao mostra ainda que a taxa de analfabetismo diminuiu em todo o pas, passando de 12,3 por cento em 2001 para 8,4% em 2011. Alm disso, o analfabetismo est concentrado nas idades mais elevadas, embora tenha diminudo em todas as faixas etrias. Para conhecer a publicao Indicadores do Desenvolvimento Brasileiro, acesse www.planejamento.gov.br e clique em Publicaes.

Unesc entrega prmios para os participantes do Quiz do Conhecimento de Urussanga

Os participantes que ficaram em segundo lugar no Quiz do Conhecimento receberam um presente da Unesc na tarde do dia 26 de Setembro. Os estudantes da Escola de Educao Bsica Baro do Rio Branco, de Urussanga, Jorel Ghizoni Antunes, Tiago Baesso da Rosa e Daniel Romagna receberam um tablet de cada do reitor Gildo Volpato.
Se vocs almejam um curso superior, persistam nos seus sonhos. Espero encontr-los aqui como alunos, comentou o reitor.
Jorel, que quer fazer Engenharia Qumica, destacou que a participao no Quiz era s uma brincadeira, que foi evoluindo at a final. Ele, assim como seus colegas, ficaram surpresos e felizes com o presente.