PROSA ÁRIDA

Uma vez, quando criança, fui à casa de um primo em Florianópolis. Peguei na estante da sala um livro do Manuel Bandeira e comecei a folhear. Ele – o primo – tinha lampejos poéticos e arriscava versos às margens das páginas. Nunca me esqueci de um, mais ou menos assim: “Não acho que uma pessoa de 26 anos tenha de ser feliz, o que me aflige é não transformar sentimentos em poesia”. Há muito tempo não vejo o primo.
Talvez tenha desistido de tentar ser poeta. Sofro como o parente. Consigo, no máximo,
transformar sentimentos em prosa árida, que não chega a elevar o espírito para muito além de coisas chãs como o dia a dia político e administrativo da Benedetta, a guerra odienta das redes sociais e minha própria criação de canários belgas. Meus momentos mais sublimes aconteceram quando escrevi obituários ou falei da experiência de ter filhos. Lampejos.
Também não penso que uma pessoa de 38 anos tenha de ser feliz. Incomoda-me é não transformar angústias nalguma forma de poesia. Não tocar um instrumento, não redigir bons versos, não fazer desenhos ou pintar telas, não escrever contos nem romances. Sou um colunista político, e política é antipoesia. Política é o chão, poesia o céu. Política é cinza e poesia, colorida. Política é o feio e poesia o belo.
Ser feliz – conforme os conceitos atuais – é bobagem. Forma inerme de contornar o aspecto trágico da vida e transformá-la numa balada sem fim. Importante e necessário é sublimar os impulsos, os instintos e a política, é fazer algum tipo de poesia e passar instantes acima da superfície. Sigo tentando. Polindo arestas, lixando asperezas, respirando fundo. Dá trabalho, mas é mais gratificante do que “ser feliz”.

Governo de SC autoriza início do asfalto na SC-440

O secretário de Infraestrutura de Santa Catarina, Luiz Fernando Cardoso liberou o começo das obras de pavimentação da SC-440, Rodovia dos Mineiros, que liga Urussanga a Lauro Müller. A entrega da ordem de serviço aconteceu ontem, na Câmara de Vereadores de Urussanga, e contou também com a presença dos deputados estaduais Cleiton Salvaro, José Milton Scheffer e Manoel Motta, do secretário da ADR Criciúma, João Fabris, prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier e vice Décio Silva, prefeitos e vices da região, vereadores e comunidade.
A autorização se refere à pavimentação asfáltica do primeiro trecho da SC-440, de quase dois quilômetros, que contemplará a localidade de Rio Carvão Baixo. O investimento é de R$ 2,9 milhões e os serviços serão executados pela Setep Construções.
“Esta é uma obra emblemática. Quando assumi a Secretaria encontrei este projeto desatualizado e na gaveta de pendências. Eu atualizei e fui em busca desta concretização em respeito à Urussanga e ao Sul de SC. A bancada de deputados da região abraçou a causa e o prefeito e a comunidade unida lutaram com perseverança. O Governo de SC pretende trazer os avanços necessários para a nossa região”, salientou Cardoso.
O deputado Cleiton Salvaro afirmou que a bancada continuará lutando pela conclusão da obra. “Se as lideranças políticas de 30 anos atrás tivessem envolvidas neste projeto, com determinação e coragem, mesmo fatiando a obra, ela já estaria pronta. Porém nunca é tarde para começar. E esta pavimentação beneficiará toda a comunidade Urussanga. Nós, deputados estaduais da bancada do Sul, vamos continuar lutando pela conclusão dessa obra e também por outras para esta cidade, pois tenho um carinho especial e sou desta terra. Este ato mostra a força política do Sul que vem trabalhando”, frisou.
Para o prefeito de Urussanga, este momento é de agradecimento. “Desde 1963 esta rodovia vem sendo pleiteada. Uma obra que encurtará o caminho entre a BR 101 e a Serra do Rio do Rastro, além de facilitar o escoamento. Sabemos da injustiça social que ocorreu nestas comunidades pela riqueza que a região gerou à SC. Por isso é preciso agradecer imensamente ao chefe de gabinete Totinho, ao ex-prefeito Johnny, aos deputados e demais autoridades envolvidas, em especial ao secretário Vampiro que cumpriu com a sua palavra. Aproveito para parabenizar e agradecer a mobilização e união dos moradores. O trabalho de vocês deu resultado”, finalizou.

A despedida de Jurubeba, referência em operação de áudio na região

Urussanga e região amanheceram comovidos com a notícia do falecimento do profissional Ideraldo Luiz Niclele, mais conhecido como Jurubeba, na manhã do último domingo, dia 28 de janeiro.
Um câncer no estômago o acometeu aos 56 anos. Niclele era profissional referência em operação de áudio na região.
Ao final do sepultamento, na manhã de segunda-feira, dia 29 de janeiro, ex-colegas de trabalho das rádios Marconi e Eldorado expressaram seus sentimentos.
“Perdemos um grande profissional. Um mestre. Mais do que isso, sentimos hoje que perdemos um amigo, um irmão. O rádio catarinense perdeu um dos seus grandes profissionais. Dedicado, competente, exigente. Só quem conviveu com ele sabe o quanto aquela intransigente exigência de perfeição foi importante para as rádios por onde ele passou. Missão cumprida Jurubeba, você é nosso herói. Vais fazer muita falta, mas nós nunca deixaremos faltar nas nossas vidas tudo aquilo que você nos ensinou e deixou. Descanse em paz”, disseram os profissionais Karol Carvalho e Dante
Bragatto Neto ao lerem um texto escrito por João Paulo Messer.
Jurubeba iniciou a carreira de sonoplasta na década de 70. Por longos anos, trabalhou na Rádio Fundação Marconi, em Urussanga, até o ano de 1984, época em que intercalava jornadas de serviços entre a Marconi e a TV Eldorado (extinta RCE). Jurubeba também fez parte do quadro de funcionários da RBS TV Criciúma na função de operador de áudio.
Afastado do trabalho desde o final de 2016, Ideraldo era o colaborador mais antigo da Rádio Eldorado, de Criciúma, local onde ingressou em 1985, na época Rede Eldorado de Comunicação (RCE). Ele atuou como operador de gravadora e técnico de transmissões externas.
Ideraldo Luiz Niclele deixa a esposa Maria Aparecida Sprícigo, os filhos Elder, Eriqui e André e os netos Cauâ, Letícia e Pietro.

Local de construção de banheiros no Parque Municipal está sob análise

O legado da Comissão Central Organizadora (CCO) da Festa do Vinho de 2017 está prestes a ser concretizado. Na última semana, o ex-presidente da CCO, Odivaldo Bonetti, juntamente com representantes dos setores de Obras e Cultura e Turismo da cidade, analisaram o local de construção de banheiros no Parque Municipal.
A intenção é erguer espaços para banheiros masculino e feminino com fraldário próximo ao Horto Florestal da FAMU.
“Logo após o evento, no ano passado, o prefeito acatou o pedido da CCO e se comprometeu em utilizar parte do dinheiro para construção dos banheiros. É uma necessidade que vai gerar, inclusive, economia nas próximas edições com o aluguel de banheiros químicos. Os próximos passos como, por exemplo, elaboração do projeto e execução serão encaminhados pela Diretoria de Cultura e Turismo e pelo Departamento de Planejamento da Prefeitura de Urussanga”, salienta Bonetti.
De acordo com a prestação de contas apresentada pelo tesoureiro da CCO em 2017, o valor repassado aos cofres públicos referente ao lucro do evento foi de R$ 259 mil.

Cidadãos com dupla cidadania recebem cédulas em fevereiro

As eleições para renovar o parlamento na Itália acontecem em 4 de março deste ano. Cidadãos com dupla cidadania que residem fora do país, inscritos no “AIRE” (Cadastro
dos Italianos Residentes no Exterior), têm direito ao voto por correspondência, privilégio garantido pela Constituição italiana apenas para eleições nacionais.
Em fevereiro, o Consulado da Itália em Curitiba irá encaminhar, por Correios, os envelopes eleitorais para a residência de cada cidadão cadastrado.
Depois de assinalar os candidatos, os envelopes pré-selados devem ser devolvidos ao Consulado através dos Correios dentro de um prazo previsto para chegar antes das 16 horas do dia 1º de março. A computação dos votos acontecerá em Roma.
A Constituição Italiana considera áreas do exterior para eleger uma bancada de 18 parlamentares, sendo 12 deputados e seis senadores.
Na América do Sul, por exemplo, os cerca de 1,3 milhão de eleitores italianos elegerão seis parlamentares, sendo quatro deputados e dois senadores. O Brasil é o segundo maior colégio eleitoral da área, com cerca de 350 mil eleitores cadastrados.
Em 2001, os italianos residentes no exterior garantiram o direito de votar para eleger representantes no Parlamento Italiano. As eleições com esta regra ocorreram em 2006, 2008 e 2013.

MAIS DE 80 CANDIDATOS
Pela América do Sul foram registrados 83 candidatos que disputam as eleições para a renovação do Parlamento italiano com pretendentes à Câmara dos Deputados e aoSenado inscritos através de oito partidos ou coligações.
Conheça os candidatos pelo Brasil e seus partidos:
SENADO
– Andrea Dorini, de Espírito Santo (Coligação ‘Salvini-Berlusconi-Meloni’)
– Antonio Chianello, de São Paulo (MAIE – Movimento Associativo Italiani all’Estero)
– Antonio Enea Romano (M5S – Movimento Cinque Stelle)
– Eva ldo Rui Vicentini, de São Paulo (USEI – Unione Sudamericana Emigranti Italiani)
– Fabio Porta, de São Paulo (PD – Partito Democratico)
– Fernando Mauro di Marzo Trezza, de São Paulo (Coligação ‘Civica Popolare’)
– Helena Montanarini, de São Paulo (Coligação ‘Civica Popolare’)
– Luciana Laspro, de São Paulo (MAIE – Movimento Associativo Italiani all’Estero)
– Luiz Osva ldo Pastore, de São Paulo (Coligação ‘Salvini-Berlusconi-Meloni’)
– Silvana Rizzioli, Minas Gerais(LEU Liberi e Uguali)
– Tommaso Bellone (M5S Movimento Cinque Stelle)
CÂMARA
– Antonio Laspro, de São Paulo (MAIE – Movimento Associativo Italiani all’Estero)
– Cesare Villone, do Ceará (M5S – Movimento Cinque Stelle)
– Daniel Taddone Neves, de São Paulo (UNITAL – Unione Tricolore America Latina)
– Elaine Starling de Araujo (Coligação‘CivicaPopolare’)
– Fabio Vincenzi (PD – Partito Democratico)
– Fausto Guilherme Longo , de São Paulo (PD – Partito Democratico)
– Luis Molossi, de Curitiba (MAIE – Movimento Associativo Italiani all’Estero)
– Luis R. di San Martino Loren zato di Ivrea, de São Paulo (Coligação ‘Salvini-Berlusconi-Meloni’)
– Pao lo Grasso (M5S – Movimento Cinque Stelle)
– Pasquale Matafora, de Rio Grande do Sul (PD – Partito Democratico)
– Renata Bueno, Paraná (Coligação ‘Civica Popolare’)
– Silvia Alciati, Minas Gerais (Coligação ‘Civica Popolare’)
– Simone Sehnem, Taió/Santa Catarina (Coligação ‘Civica Popolare’)
– Thiago Vicente Roldi, de Espírito Santo (UNITAL – Unione Tricolore America Latina)
– Walter Fanganiello Maiorevi tch, de São Paulo (LEU – Liberi e Uguali)
– Walter Petruzziello, de Curitiba (MAIE – Movimento Associativo Italiani all’Estero)

Na Alemanha, espumante de Urussanga é comparado ao champagne francês

Um encontro no palácio da cidade alemã Weimar, patrimônio da humanidade, transformou-se em matéria nos jornais regionais do leste da Alemanha e evidenciou uma garrafa de espumante produzida na região Vales da Uva Goethe, no Sul de Santa
Catarina, detentora da única Indicação Geográfica de Procedência do setor vitivinicultor no Estado.
No dia 25 de janeiro, durante reunião da sociedade literária Goethe (Goethe Gesellschaft), associação que se dedica a obra e ao autor alemão Johann Wolfgang von Goethe, os membros degustaram o espumante produzido pela vinícola Casa Del Nonno, de Urussanga, com a emblemática variedade de uva que leva o sobrenome do
escritor.
Segundo o alemão Sylk Schneider, os membros da sociedade literária ficaram impressionados com a história e cultura em prol da uva e do vinho Goethe no Sul do Brasil. “Mostrei imagens da região Vales da Uva Goethe e todos ficaram admirados. Na Alemanha, o vinho Goethe é novidade.
Nenhum membro da sociedade conhecia este produto até ontem. O espumante foi um sucesso. Os sábios disseram que ele tem qualidade que nem o champagne francês”, conta Schneider, que é autor do livro “A viagem de Goethe ao Brasil”.
As garrafas de espumantes Goethe foram entregues por Felipe Alves, na época acadêmico da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) que estudou sobre a internacionalização dos vinhos da região Vales da Uva Goethe.
Em comentário no jornal Thüringische Landeszeitung (TLZ), a jornalista alemã Christiane Weber escreveu: “Goethe está nos lábios de todos”.
Site da sociedade literária Goethe: http://www.goethe-gesellschaft.de/

Batman do Brasil fala no maior evento de marketing

O trabalho realizado por Cristiano Zanetta – o Batman do Brasil, foi reconhecido por um dos maiores especialistas em publicidade online, marketing e empreendedorismo do país, Pedro Superti. Para falar do trabalho que realiza junto às crianças com câncer em hospitais da região, sobre como utilizar as forças para minimizar as fraquezas no âmbito profissional, e sobre o lançamento da nova modalidade esportiva SuperHero, Zanetta palestrou durante o Fator X, maior evento de marketing de diferenciação do mundo, que ocorreu em São Paulo e contou com cerca de 2,5 mil participantes.
Vestido a caráter, Cristiano surpreendeu ao chegar de moto ao palco. Aplaudido de pé, contou como iniciaram as visitas aos hospitais, há cerca de 10 anos, e por que resolveu encarnar o personagem. “O Batman é um herói que não tem superpoderes, ele usa somente a sua força para vencer todos os desafios. Era essa a mensagem que eu queria levar para as pessoas que passam por momentos tão difíceis por conta do câncer. Que elas podem ser fortes, podem vencer a doença e voltar a viver normalmente”, explana.
Durante a palestra, Zanetta fez uma ligação do trabalho social com o meio empresarial. Transitando entre a emoção e o humor, ele falou sobre a utilização de fatos da própria história em prol do sucesso do negócio, valorizando o cliente e o colaborador.
“Dei exemplos de motivação ligados à atividade realizada nos hospitais, de como faço para deixar a criança mais animada durante o tratamento. A minha intenção é sempre ajudar o paciente a sair do estágio de depressão e ir para a aceitação, e isso tem muito a ver com o mundo corporativo. Como fazer para impressionar o cliente, como fazê-lo acreditar em você?”, indaga.
Por conta deste trabalho, explanou ele, surgiu o SuperHero, modalidade lançada em dezembro, em Urussanga, que mescla fundamentos do parkour, levantamento olímpico, artes marciais e treinamento militar, com o intuito de fortalecer o corpo e melhorar o condicionamento físico em geral. “É um exercício físico que consiste no fortalecimento da parte mais fraca do corpo, sem baixar a intensidade do treino, possibilitando a realização por qualquer pessoa”, ressalta.
A palestra ministrada por Zanetta durante o evento repercutiu nas redes sociais. “Hoje tive a oportunidade de conhecer uma das pessoas que mais impactou a minha vida até o momento. Ele tem uma história de vida de muita superação e ainda assim pensa no próximo com muito amor”, “a sua palestra foi a que mais marcou e que me emocionei. Você é guiado por Deus, um ser humano incrível. Agradeço por ter conhecido a sua história”, comentaram internautas.
Para Cristiano, o sentimento é de missão cumprida. “Ver este reconhecimento por conta do trabalho que realizo há uma década me motiva a trabalhar ainda mais. Ser aplaudido de pé só prova que este é o caminho”, completa.

IFSC oferece novos cursos de qualificação em Urussanga

A Administração Municipal de Urussanga por meio da Secretaria de Educação do município e em parceria com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) abriu inscrições para novos cursos de qualificação profissional que serão ministrados em Urussanga.
São oferecidos os seguintes cursos: Promotor de Vendas, Eletricista Industrial, Torneiro Mecânico, Assistente de Operador de Água e Efluentes e Metodologias para o Ensino de Ciências nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, este último voltado aos professores da rede pública municipal.
“Estamos aqui reforçando o nosso compromisso de garantir a qualificação profissional aos nossos urussanguenses. Essa parceria com o IFSC só se fortalece e garante a possibilidade dos nossos jovens e adultos terem conhecimento nas mais diversas áreas, com cursos qualificados, gratuitos e que farão a diferença para a contratação no mercado de trabalho”, garante o prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier.
As inscrições para os cursos são gratuitas e devem ser feitas pela internet, no endereço: www.sistemadeingresso.ifsc.edu.br . O prazo vai até o dia 18 de fevereiro. Detalhes sobre o processo seletivo devem ser consultados nos editais disponíveis no Portal do IFSC. Mais informações podem ser obtidas junto à Secretaria de Educação de Urussanga (Rua João Maria Cancelier, 85, Centro, telefone 3465-1503).

CONFIRA DETALHES SOBRE OS CURSOS:
PROMOTOR DE VENDAS
Turno: noturno
Período: março a dezembro 2018
Pré-requisito: Ensino Fundamental I completo.
ELETRICISTA INDUSTRIAL
Turno: noturno
Período: março a dezembro 2018
Pré-requisitos: mínimo de 16 anos e Ensino Fundamental completo.
TORNEIRO MECÂNICO
Turno: noturno
Período: março a dezembro 2018
Pré-requisitos: mínimo de 16 anos e Ensino Fundamental completo.
ASSISTENTE DE OPERADOR DE ÁGUA E EFLUENTES
Turno: noturno
Período: março a julho 2018
Pré-requisitos: mínimo de 16 anos e Ensino Fundamental completo.
METODOLOGIAS PARA ENSINO DE CIÊNCIAS – ANOS INICIAIS ENSINO FUNDAMENTAL
Turno: vespertino
Período: março a julho 2018
Pré-requisito: ser professor integrante do quadro permanente ou temporário e que atua nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental da rede pública municipal de Urussanga.

Cirsures visita Usina de Asfalto

O presidente do Cirsures e prefeito de Morro da Fumaça, Agenor Coral, juntamente com o prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin e técnicos do consórcio visitaram a usina de asfalto do município de Meleiro, na última semana.
Na oportunidade, a equipe do Cirsures foi acompanhada pelo prefeito municipal, Eder Mattos. Ele demostrou os números operacionais do equipamento aos prefeitos, visto que eles possuem o interesse de adquirir o equipamento através da gestão consorciada.
Após visita ao gabinete, a equipe se descolocou para o pátio de operação a fim de verificar o funcionamento da usina de asfalto, demais equipamentos e estrutura necessária para o desenvolvimento das atividades de fabricação de asfalto e pavimentação de ruas.
Segundo o presidente do Cirsures, Agenor Coral o interesse dos prefeitos que integram o Cirsures é comprar uma usina, equipamentos e colocá-los em operação até o mês de maio deste ano.

Especialização na área da Infância

A pós-graduação “Infância e Desenvolvimento Infantil” está com as inscrições abertas para o primeiro semestre de 2018, na Unisul campus Tubarão. O curso tem como objetivo qualificar profissionais que tenham interesse em atuar na área educacional e com a infância. Os interessados podem se inscrever até o dia 8 de fevereiro, pelo link: Infância e Desenvolvimento Infantil. As aulas são quinzenais, nas noites de sextas-feiras e aos sábados. O curso, oferecido presencialmente, terá duração de 390 horas.
A conjuntura atual apresenta diversidades familiares, sociais e educacionais. Isso tem exigido dos profissionais uma ampliação de seus saberes sobre as novas configurações familiares, os impactos da modernidade na constituição psíquica das crianças, as relações escola e família, de modo a qualificar suas intervenções nesses espaços. O curso é coordenado pela professora doutora Andrea Volpato Wronski e oferece disciplinas como: a construção da personalidade dos 2 aos 12 anos de idade; a
criança vítima de violência; a escola, a família e a criança: aspectos da contemporaneidade; desenvolvimento infantil; dificuldades de aprendizagem; psicopatologia infantil; síndromes infantis, dentre outras.

Corpo de Bombeiros está sob novo comando

Uma solenidade na tarde do dia 31 de janeiro, na sede do Corpo de Bombeiros de Urussanga, foi marcada por despedida e homenagens. Autoridades militares, políticas e a comunidade acompanharam, no início da cerimônia, a promoção de oficiais e praças do 4º Batalhão de Bombeiros Militar.
Durante o ato também foi realizada a entrega simbólica das chaves do novo caminhão de combate a incêndio e resgate da corporação. Na oportunidade, o Corpo de Bombeiros de Urussanga prestou homenagem às autoridades que colaboraram no processo de obtenção de recursos que somou R$ 553 mil.
O reconhecimento foi concedido à Justiça do Trabalho de Criciúma, ao Fórum da Comarca de Urussanga, ao deputado estadual Ricardo Guidi, ao prefeito de Urussanga, Gustavo Cancelier, ao prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin, ao vereador Jair Nandi, à empresa Minaplast, empresário Rodrigo Fontanella, Associação de Bombeiros de Urussanga e a Coopercocal.
“Estamos honrados com esta conquista pelo nosso Município. O Corpo de Bombeiros é uma instituição que repassa segurança e confiança a toda a população, por isso a importância deste reconhecimento”, disse o prefeito Gustavo.
Para o vereador Nandi, a conquista do caminhão tratava-se de uma necessidade imediata. “A corporação possui como missão salvaguardar vidas e o patrimônio. Não era razoável a entidade trabalhar naquelas condições de trabalho, com equipamento inadequado. Isso nos sensibilizou e não medimos esforços. Sua concretização foi possível em função do empenho de toda a sociedade, empresas, legislativo, executivo, deputados e governador”, declarou.
Em seguida, o público prestigiou a passagem de comando do Corpo de Bombeiros de Urussanga. Na solenidade, o subtenente BM Batista se despediu para aposentadoria e passou o cargo ao 3º Sargento Matos.
“Agradeço a todos pelo companheirismo e união cultivados nesse trabalho e pela responsabilidade de cada um. Nós aprendemos com a força da união e alcançados o nosso sucesso. Cumprimos todas as missões recebidas com extrema dedicação. Não tenho palavras para expressar tudo que penso. Passo para a reserva com o sentimento de dever cumprido, mas também com saudade do que tanto tempo fez parte do meu dia a dia e que jamais se apagará. Muito obrigado”, destacou Batista.
O comandante, Tenente Coronel James Marcelo Ventura agradeceu ao subtenente Batista e toda a sua equipe e desejou sucesso ao novo comandante.
“Que o sargento Matos possa se inspirar no trabalho do subtenente Batista por tudo o que ele fez pela corporação. Ele cumpriu com a sua parte e assim esperamos que todos cheguem ao final de sua carreira com o dever cumprido”, descreveu.
O novo Comandante, Sargento Matos atua em Urussanga desde 2005. Ele é natural do Rio Grande do Sul e possui 12 anos de experiência. A frente da corporação, o seu principal objetivo diante deste novo desafio será lutar por mais efetivos.
“Eu assumo o comando com grande expectativa. Receber esta oportunidade com 12 anos de efetivo é algo prodígio e sou grato pelo apoio dos meus superiores. Eu espero contribuir para melhorar ainda mais o atendimento. Conseguimos recursos materiais e agora precisamos de recursos humanos. Por esta razão, atuaremos para suprir a necessidade de efetivo, estar ainda mais perto da população, trazer o projeto de bombeiro mirim, trabalhar nas escolas e fortalecer cada vez mais a integração com a comunidade”, finaliza.

OS AGROTÓXICOS: RISCOS, CUIDADOS E DIREITOS DOS CIDADÃOS

Segundo a Constituição Federal – Art. 225: Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à população o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. Todos temos direito a uma alimentação saudável e adequada, independentemente de raça, gênero ou nacionalidade. É importante que se priorize a ideia de que a alimentação saudável e adequada é um direito de todos. O uso de agrotóxicos, como vem sendo feito no Brasil, pode ser classificado como uma das mais graves e persistentes violações ao direito à alimentação saudável, pois impede o acesso da população a um alimento limpo e saudável, além de serem extremamente prejudicial ao meio ambiente. Os venenos foram criados sob o argumento de acabar com a fome no mundo, mas ainda existem 1 bilhão de pessoas desnutridas no mundo, 11 mil crianças morrem de fome a cada dia, um terço das crianças dos países em desenvolvimento apresentam atraso no crescimento físico e intelectual, 40% das mulheres destes países são anêmicas e encontram-se abaixo do peso e uma pessoa a cada sete, padece de fome no mundo.
É importante lembrar que os agrotóxicos pulverizados sobre as culturas agrícolas e o solo têm capacidade de penetrar nas folhas e polpas, e que os procedimentos de lavagem e retirada de cascas e folhas externas favorecem a redução dos resíduos de agrotóxicos, limpando a superfície dos alimentos, mas sendo incapazes de eliminar aqueles contidos nas partes internas. Um dos procedimentos amplamente divulgados, a higienização dos alimentos com solução de hipoclorito de sódio tem o objetivo de diminuir os riscos microbiológicos, mas não de eliminar agrotóxicos.
Outro alerta importante para diminuir risco de ingestão de agrotóxicos nos alimentos é a opção pelo consumo de alimentos da época ou produzidos com técnicas de manejo integrado de pragas (recebem uma carga menor de produtos químicos) e, especialmente aqueles provenientes da agricultura orgânica ou agroecológica. O uso sem controle dos agrotóxicos pode comprometer de forma grave e irreversível a saúde em decorrência da presença de resíduos de agrotóxicos acima de limites estabelecidos
e, o que é pior, a utilização de produtos proibidos. O Programa de Análise de Resíduo de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), vinculado à Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), relata o resultado de 3.293 amostras de 13 alimentos monitorados;
todos os alimentos apresentaram resíduos de agrotóxicos.
Dentre os alimentos, destacaram-se o pimentão, cenoura, morango, pepino, alface e o abacaxi com 90, 67, 59, 44, 43 e 41% de amostras com resíduos de agrotóxicos, respectivamente. O aspecto positivo do PARA é que o rastreamento dos alimentos produzidos em todo o país está cada vez maior, o que significa dizer que o cerco aos produtores que utilizam agrotóxicos está se fechando. Fica a pergunta: porque correr o risco de produzir alimentos contaminados, quando temos a alternativa da agricultura orgânica que produz alimentos sadios, de melhor qualidade, com custo menor e produtividade semelhante e, o melhor, sem poluir o meio ambiente?

Ponteiros da vida marcam 50 anos de dedicação

Jornalista: Eliana Maccari

São os ponteiros do relógio que regem a vida de Venicius Sartor, de 68 anos. Adentra-se no local de trabalho, na ótica e relojoaria Nancy, justamente quando o relógio da Igreja Matriz de Urussanga registra 8h30min e emite o som peculiar. Logo ele se dirige ao espaço destinado aos consertos. É neste pequeno local que o talento e a experiência conduzem e orientam o raciocínio há cinco décadas.
Quando jovem, Venicius escolheu aprender a profissão de relojoeiro com o tio Valmor Crema, na década de 60. “Eu tinha vontade de conhecer. Então ia até Criciúma, com 16 anos, trabalhar na relojoaria do tio Valmor. Meu primo Aldo também tinha a intenção do ofício. Nosso tio nos ensinou tudo. Trabalhei com ele dois anos e depois recebi uma
proposta para atuar em Urussanga”, recorda Venicius.
Sergio Felippe, proprietário da relojoaria Nancy na época, precisava de um relojoeiro e propôs a Venicius integrar a equipe de profissionais. O jovem não pensou duas vezes e aceitou o convite. O registro na carteira de trabalho é o primeiro e único. Desde 3 de fevereiro de 1968, há exatos 50 anos, Venicius atua como relojoeiro em Urussanga.
Ao longo dos anos, sem curso de qualificação, o talento nato foi sendo lapidado. O conhecimento foi aprimorado com a vasta experiência. Foi desmontando despertadores e relógios, desencaixando as peças e as engatando novamente que Venicius alcançou a execução da profissão com maestria.
Um verdadeiro explorador. Somente para desmontar relógios de pulso automáticos, aqueles antigos tradicionais que funcionam através de um sistema de engrenagens e molas, é preciso retirar em torno de 20 minúsculos parafusos.
“No começo era mais difícil. O problema era conseguir as peças. Peguei a época em que tínhamos que escolher eixo, tamanho e até altura. Às vezes até ter que recuperar peças únicas para fazer o relógio funcionar novamente. Hoje fabricam de tudo no mercado”, lembra.
As pequenas peças são manuseadas com utensílios de trabalho essenciais: feixe de luz, visão ampliada, concentração e pinça e chave de fenda miúdas. “Quando as peças não encaixavam, eu dava uma voltinha na praça para espairecer. E no retorno tudo era resolvido”, conta entre risos.
Às vezes, um trabalho minucioso em relógios especiais pode levar até duas horas de dedicação. Porém a evolução dos modelos e a comercialização de peças como, por exemplo, quartzo (bateria) na década de 90 e eco drive (conversão de energia) nos anos 2000, reduziram significativamente a demanda de trabalhos ao relojoeiro.
APOSENTADORIA
É com um discreto sorriso e simpatia que Venicius atende e presta assistência a todos os clientes que entram na ótica e relojoaria Nancy. Aposentado desde 2008, Venicius segue a rotina que traz satisfação e alegria ao exercer uma profissão em extinção.
Segundo o relojoeiro, a busca por um mundo mais sustentável deverá retomar a fabricação de relógios automáticos. “Eles devem retornar a produção deste modelo pensando no meio ambiente. Existe uma preocupação com os modelos atuais por causa das pilhas, da poluição, do descarte, dos componentes químicos”, explica. “Evolui junto com a loja. Nunca pensei em exercer outra profissão. Já me aposentei, fiquei um ano afastado, mas retornei a pedido da equipe. Não gosto de ficar sem fazer algo. Não sei até quando. Até que Deus me dê saúde. Não tenho intenção de parar e nem de trabalhar sempre”, finaliza.

Dia Mundial do Câncer: o passo entre as suspeitas e o tratamento

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa era de que no Brasil fossem diagnosticados quase 600 mil novos casos de câncer só em 2017. Entre os mais comuns nos homens está o de próstata, com mais de 61 mil novos registros, e nas mulheres o de mama, com quase 58 mil. Por sua vez, as neoplasias de pele que não são melanoma equivalem a pelo menos 175 mil dessas ocorrências.
A mesma realidade é encontrada em todo o mundo, justificando a criação de datas voltadas para a conscientização da população acerca da importância de um diagnóstico precoce e de qualidade, bem como acesso ao tratamento.
No dia 4 de fevereiro é marcado o World Cancer Day (Dia Mundial do Câncer), iniciativa da União Internacional pelo Controle do Câncer (UICC na sigla em inglês). Em 2018 se encerra a campanha global “Eu posso, nós podemos”, voltada às ações que podem ser tomadas em nível individual e coletivo contra a doença.
Uma pessoa pode ter uma suspeita de câncer em virtude de achados específicos, como nódulos perceptíveis no autoexame das mamas, ou sintomas mais inespecíficos, como fraqueza e mal estar, que exigem uma bateria de exames, além do olhar treinado
de médicos especialistas para um diagnóstico correto. Independentemente do sintoma
inicial, essa suspeita de câncer só será definida com precisão depois de passar por uma análise anátomo-patológica de qualidade, sendo este o exame diagnóstico mais específico na maioria dos casos.

POR TRÁS DO DIAGNÓSTICO
Ainda desconhecidos pela população, existem especialistas que são responsáveis pelo
pontapé inicial na luta contra o câncer, mas que geralmente não aparecem nas campanhas: os médicos patologistas, que precisam de pelo menos 3 anos de especialização após o curso de medicina e constantes atualizações internacionais.
Eles podem até não ver os pacientes por inteiro, mas passam horas no microscópio examinando suas amostras de tecidos e órgãos suspeitos para alguma doença. Quando um câncer é detectado, os médicos patologistas descrevem seu tipo, se possuem características de agressividade, se foi totalmente retirado e, por vezes, informam até achados que indicam alterações genéticas nos pacientes.
São essas as informações que são descritas em um laudo anátomo-patológico, que é utilizado pelos médicos assistentes para definir o tratamento mais adequado.
“São todos termos bem técnicos para análises que, em resumo, ajudam a indicar os rumos que serão tomados para o combate da doença. Em geral, é possível que a medicina personalizada seja o caminho para o tratamento da maior parte dos pacientes.”, explica o Dr. Clóvis Klock, presidente da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP).
Entender as particularidades de cada tipo de câncer é fundamental para realizar um rápido diagnóstico com o tratamento mais preciso. Os cânceres de mama e de próstata estão entre os casos mais comuns no Brasil e são exemplos de situações em que exames preventivos devem ser feitos evitando a redução das chances de cura. Um exame preventivo alterado, como um nódulo na mama identificado no autoexame ou uma área endurecida identificada no toque de próstata, não indica a presença de câncer, mas sim a necessidade de determinar se o achado representa doença maligna
ou apenas uma alteração do tecido normal. “Quando há a incerteza é que entra em cena o médico patologista, pois só esse especialista é capaz de determinar o caráter da lesão. No auge da dificuldade é que submetemos aos exames mais profundos e especializados para o auxílio”, ressalta o presidente da SBP.

Mutirão de consultas busca zerar filas de espera com médicos especialistas

Com o objetivo de zerar a fila de espera por consultas nos especialistas, a Administração Municipal de Urussanga, em parceria com a Secretaria de Saúde vem realizando mutirões de consultas e exames em diversas especialidades.
Durante a manhã, o prefeito Gustavo Cancellier, visitou a secretaria de saúde do município, com o objetivo de apresentar à população o trabalho que vem sendo realizado.
“Entendemos que é muito importante que a comunidade saiba da ação que estamos desenvolvendo e da contratação destas consultas que tem o principal objetivo de zerar as filas de espera. Em alguns casos, há pessoas esperando desde 2014 por uma consulta. Temos um compromisso sério com a saúde do município e por isso estamos trabalhando forte para que estas situações sejam solucionadas e o atendimento prestado da melhor maneira possível”, garante o prefeito.
Entre os meses de novembro e dezembro já foram atendidas 402 pessoas, divididas em 248 consultas com especialistas e 154 exames solicitados. Os agendamentos foram realizados com os profissionais de ortopedista, oftalmologia, urologia e com o médico vascular.
“Seguimos com os agendamentos com o ortopedista. Nossa intenção é de realizar os atendimentos e diminuir a fila de espera por esses especialistas que vem cada vez aumentando mais ao longo dos anos, principalmente no período que ficamos sem especialistas no município, situação que está sendo solucionada com a contratação dos especialistas a partir do ano passado”, garante a secretária de saúde de Urussanga, Izolete Vieira Gastaldon.

Clube Caça e Tiro de Urussanga elege nova diretoria

O Clube de Caça e Tiro de Urussanga realizou no dia 24 de janeiro, na sede da entidade, a eleição para a nova diretoria executiva. Na oportunidade, Edmilson Martins foi reconduzido à presidência, tendo como vice-presidente Roberto Bettiol, tesoureiro Arnaldo Orlandi Filho, vice-tesoureiro Tales Godinho, secretário Johnny Pereira e vice-secretário Luiz Carlos Fontanella.
Segundo a diretoria eleita e empossada, o desafio será promover o crescimento constante da entidade e a integração das diversas modalidades do esporte de tiro, bem como a construção da nova sede mais ampla para assegurar a prática do tiro esportivo.
“Para a busca do crescimento iremos nos empenhar em desenvolver e dar todo o apoio possível aos atletas praticantes de cada modalidade, a fim que consigam galgar os maiores prêmios. Isto proporciona mais visibilidade para o clube e consequentemente conseguimos promover eventos estaduais e nacionais. Promovendo o desenvolvimento
não somente da entidade, mas também de todos que estão envolvidos com a mesma”, frisa o secretário Johnny Pereira.
Na noite do dia 31 de janeiro, a nova diretoria do Clube de Caça e Tiro de Urussanga prestou homenagens aos sócios José Eduardo do Amaral e Rogério Rocha Nichele concedendo o título Benemérito do Clube de Caça e Tiro de Urussanga, sendo estes os dois primeiros títulos emitidos pela entidade. “Este reconhecimento se deve pela dedicação e participações junto com a entidade em relação ao esporte e a todos os demais sócios”, finaliza.

Geraldo continua à frente da LUD

A Liga Urussanguense de Desporto (LUD) realizou, no dia 22 de janeiro, uma Assembléia Geral Ordinária para eleição da nova diretoria. Com apenas uma chapa inscrita, a reunião com a presença de representantes de equipes de Forquilhinha, Cocal do Sul, Siderópolis e Sangão reconduziu Geraldo Antônio de Souza à presidência da LUD. O novo mandato segue até 2022.
Geraldo está à frente da LUD há 12 anos e seguirá no cargo com o apoio de novos membros na diretoria. “Reformulamos a diretoria que agora passa a contar com novos integrantes dispostos a cooperar, ajudar e trabalhar. Nosso planejamento é dar continuidade ao que já estamos fazemos e realizar as competições. Já estamos montando um cronograma de campeonatos e vamos buscar melhorar cada vez mais. Espero que esta nova diretoria tenha força e vontade para continuar desenvolvido este trabalho em prol do esporte de Urussanga e região”, afirma Geraldo.
Entre ações realizadas nos últimos meses, Geraldo destaca a criação de um site com informações sobre a LUD e dados das competições.
“Agora contamos com um novo site, bem atualizado e completo. As pessoas podem acompanhar todas as informações sobre os campeonatos realizados durante todo o ano”, explica. O site é: www.ludesporte.com.br
O primeiro campeonato promovido pela LUD será o Campeonato da Quaresma, que inicia em fevereiro. A competição, realizada em parceria com a Diretoria Municipal de Esportes e Prefeitura de Urussanga, contará com as categorias 40, livre, base e feminino. Em março, a LUD dará continuidade aos campeonatos nas categorias de base, futebol de campo, futsal, suíço, entre outras, além de ser representada na Copa Sul por três equipes.
A Liga Urussanguense de Desporto (LUD) é filiada à Federação Catarinense de Futebol.

DIRETORIA LUD – GESTÃO 2018/2022:
Presidente: Geraldo Antônio de Souza
Vice-presidente: Arnaldo Machado de Jesus
Tesoureiro: Vanderson Comeli
2º tesoureiro: Fernando Camilo
Secretário: Igor Mouro
2º secretário: Edson Cittadin
Conselheiros fiscais efetivos: Carlos Farias, Marcos Antônio de Souza
e Diego Gonçalves
Conselheiros fiscais suplentes: Carla Munzert, Valmir José Rosseti
e Paulo César Eloy

Em Urussanga, agendamento para biometria é encerrado

O cadastramento biométrico, que possibilita a identificação do eleitor pelas digitais antes do voto, já foi realizado por 31,73% dos 17.241 eleitores em Urussanga. Os dados foram atualizados no dia 31 de janeiro, no site do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.
O Cartório da 34ª Zona Eleitoral, com sede em Urussanga e que atende também os eleitores de Cocal do Sul e Morro da Fumaça, já encerrou o agendamento para biometria.
Até maio deste ano, os profissionais que atuam no Cartório Eleitoral irão atender a demanda já programada de cadastramento, bem como realizar cadastros sem a necessidade de agendamento apenas em casos como o de pessoas com mais de 60 anos e também a emissão do primeiro título de eleitor.
Posteriormente, o cadastramento biométrico será retomado em novembro. Cocal do Sul, com 13.481 eleitores, contabiliza 26,07% de cadastros biométricos, enquanto Morro da Fumaça, com 12.879, atingiu apenas 10,45%. A previsão da Justiça Eleitoral é que todo o eleitorado brasileiro esteja cadastrado na biometria até 2022. Atualmente o serviço já contemplou metade do eleitorado brasileiro, atingindo 73.638.970 (50,21%) dos 146.654.659 eleitores do país.
A BIOMETRIA
Desde as eleições municipais de 2000, todos os brasileiros escolhem os seus representantes utilizando a urna eletrônica. No entanto, naquela época, verificou-se que em um procedimento eleitoral ainda havia a intervenção humana: na identificação do eleitor.
Com a adoção da biometria, o processo de votação praticamente excluiu a possibilidade de intervenção humana. Com a biometria, a urna somente é liberada para votação quando o leitor biométrico identifica as impressões digitais daquele eleitor (é feito um batimento das digitais lidas com as armazenadas no banco de dados da Justiça Eleitoral).

Baffone – Edição 665

VINDIMA
A comemoração da Vindima Goethe em Urussanga foi mais politizada do que nunca. Pelo lado azul a festa foi um sucesso e todos saíram felizes e satisfeitos em uma das maiores comemorações já vistas com infraestrutura e organização perfeitas. Pelo lado vermelho uma vergonha de organização, turistas perdidos pela cidade, muita mídia e pouco resultado efetivo. Nem tanto ao céu, nem tanto ao inferno. A vindima foi sim um grande evento, muito bem divulgado e muito bem falado, porém a sistemática de recebimento de visitantes e a distribuição das atrações precisam ser seriamente repensadas. Iniciativa privada e setor público precisam rever alguns pontos sim. Quanto aos politizadores, ajudam mais de boca fechada.
AGORA VAI
O secretário de Estado de Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso (Vampiro) esteve em Urussanga e em nome do Governo de SC entregou a ordem de serviço para que a empresa SETEP inicie o primeiro trecho do tão sonhado asfalto para Santana. O vice-governador que estaria no ato, precisou se dirigir a Floripa para uma reunião no BNDS. Uma grande vitória, mas a estrada ainda é longa até chegar em Itanema…
PROCESSO SELETIVO
Campeão de polêmicas o último processo seletivo realizado pela Prefeitura. Desde o local da prova, a repetição da prova da manhã e da tarde, até questões estranhas, como uma em que o candidato deveria saber a que partido pertence o prefeito de Urussanga e outra sobre qual o bairro da nova área industrial. O próximo capítulo é a chamada dos aprovados e escolha de vagas.
DEU PANE
O suplente de vereador Jucemar Sangaletti intermediou o recebimento de alguns equipamentos para uma associação de agricultores do município. Ocorre que os equipamentos viriam da Secretaria de Agricultura e seriam enviados para a Prefeitura para que a Prefeitura fizesse o comodato para a associação. Parece que o processo travou porque a Prefeitura não concordou mais em fazer a última parte do processo, ou seja, ceder os equipamentos em comodato para a associação de São Pedro. Fontes de Florianópolis dizem que o secretário Moacir Sopelsa só negocia com quem mantém a palavra, mas que técnicos da Secretaria devem vir a Urussanga tentar desenrolar o processo. Estamos na torcida para que dê certo.
ÁREA INDUSTRIAL
Aparentemente livre de questões de ego e de ciúme, o projeto da área industrial segue em andamento. Já foram feitas três reuniões com a empresa responsável pelo projeto. Reza a lenda que na primeira reunião faltou uma peça importante, cuja ausência não foi bem explicada. Mistérios…
FORÇA DO AGRONEGÓCIO
Falando em agricultura, Santa Catarina encerrou 2017 com saldo positivo nas exportações, somando US$ 8,51 bilhões em faturamento. E boa parte desse total tem origem no agronegócio. O setor respondeu por 65% dos embarques catarinenses no último ano, com receita que passa de US$ 5,5 bilhões. Em Urussanga a agropecuária representa menos de 10% do PIB.
REELEITO
Altair Lourival de Melo, o Belha, foi reeleito presidente da Copercocal com praticamente a mesma diretoria da primeira eleição. Concorrendo em chapa única foi reeleito por aclamação em assembleia com boa presença de associados. Toninho Costa do Rio América continua como vice-presidente, embora alguns conhecidos políticos da cidade ligados ao Rio América tentaram tirar a sua vaga.
OPORTUNIDADE
Urussanga celebra em maio de 2018 seus 140 anos de colonização. Neste momento em que Urussanga tanto precisa valorizar sua cultura e sua história, essa data poderia ser utilizada para resgatar e valorizar fatos, histórias, fotos, objetos, símbolos, lugares e principalmente personagens que marcaram a história e tanto fizeram pela nossa cidade. Não por saudosismo do passado, mas para talvez inspirar o futuro. Estamos em tempo de construir isso e seria maravilhoso se desse certo…
DESPEDIDA
Ideraldo Luiz Niclele, apelidado de Jurubeba pelo saudoso Marcolino Trombim, nos deixou na semana passada. Talvez o mais conhecido operador de áudio do rádio Sul Catarinense, Jurubeba deixa saudades. Sua despedida impressionou a todos, pois poucos homens simples e trabalhadores conseguiriam trazer tanta gente para as homenagens finais como esse grande homem. Descanse em paz!
LULA CONDENADO
E a 8ª turma do TRF4 confirmou a fama de durona e aumentou a pena do ex-presidente Lula, acabando com esse papo furado de que Lula era um perseguido do Juiz Sergio Moro. Agora aguardam-se os julgamentos dos recursos e a execução da sentença. Cumprindo-se a Lei da Ficha Limpa, Lula não pode ser candidato, o que favorece candidaturas mais alinhadas ao “centro”, como a do tucano Geraldo Alckmin. Para Bolsonaro por exemplo seria melhor que Lula fosse candidato, pois ele cresce sendo o “anti-Lula”.
MORTADELATUR
Porto Alegre se viu invadida por “torcedores” contra e a favor a condenação do ex-presidente Lula. O Sul de Santa Catarina enviou diversas caravanas que participaram de discurso do ex-presidente condenado e no final saíram de fininho de volta para casa. Urussanguenses foram vistos nas fotos.
PT A FAVOR DA REFORMA TRABALHISTA
O Diretório Estadual do PT de Santa Catarina está se defendendo de uma ação trabalhista impetrada por uma jornalista que prestou serviços ao partido. Acontece que na defesa o partido cita as novas regras trabalhistas. Parece que até para o PT a reforma trabalhista foi boa.
TRÍPLICE ALIANÇA
Teremos tríplice aliança na eleição de Santa Catarina de novo. Resta saber com quem. De um lado Gelson Merísio e Esperidião Amin trabalham para isolar o PMDB. De outro lado Eduardo Moreira e Júlio Garcia trabalham para isolar o PP. Enquanto isso a candidatura de Paulo Bauer se fortalece no ninho tucano, podendo a qualquer momento ser abortada em nome do projeto nacional. Aguardemos os desdobramentos.
APOSTA
Segundo um atento observador da cena política estadual radicado em Urussanga, a aposta da grande imprensa estadual que coloca Paulo Bauer como candidato a governador com Júlio Garcia de vice tendo Colombo e Amin como dobradinha ao senado está equivocada. Segundo ele, dia 10 de fevereiro João Rodrigues dará a arrancada em sua campanha apoiado por Colombo e Garcia. Esse trio deve deixar Merísio sozinho no PSD e migrar para o DEM, de onde comporiam chapa com o PMDB e PSDB, dando um grande palanque a Geraldo Alckmin em Santa Catarina. A princípio é só uma aposta. Veremos…
GOVERNADOR DO SUL
Raimundo Colombo já demonstrou que quer estar ao lado dos companheiros históricos e está aos poucos cedendo o governo para Eduardo Moreira. Eduardo já está fazendo trocas pontuais no secretariado, porém deve assumir definitivamente somente em abril.
As apostas dizem que Eduardo pode se cacifar para ser candidato a governador do estado tendo a caneta na mão. Resta saber quanta tinta haverá na caneta.
CÂMARA FEDERAL
No Sul de Santa Catarina Ronaldo Benedet (PMDB), Geovânia de Sá (PSDB) e Jorge Boeira (PP) já estão em campanha para tentar a reeleição a deputado federal. Edinho Bez (PMDB) que foi o primeiro suplente na última eleição tentará a titularidade neste pleito e Ricardo Guidi (PSD), atualmente deputado estadual também deve tentar a vaga de federal. No PT tomou corpo a campanha de Célio Elias e o PDT recentemente lançou Manoel Dias, comprovando a tese de que o partido não tem quadros novos com grande potencial.

BAFFINHOS
O SBT Santa Catarina realizou uma matéria sobre o preço da energia em Urussanga. É o assunto do momento na cidade, que pode virar pauta nacional…
Na relação dos cursos do IFSC tem capacitação para a área de turismo. O Baffone só não entende por que eles não são trazidos para Urussanga para oportunizar o avanço nesta área que tanto carece a cidade!!!
Recesso do Legislativo está quase acabando. Período em que eles também recebem por isso, de igual para igual. Primeira sessão do ano será no dia 6 de fevereiro.
Será que passaremos o ano todo sem uma palavra sobre as diárias para vereadores na tribuna da Câmara?
Movimento de final de ano parece que não empolgou os comerciantes da cidade.
Ênio Coan responde pela pasta da educação desde novembro.
Secretária de Saúde disse que a meta agora é zerar as filas. Aguardamos ansiosos…
Prefeito Jorge Koch, do PMDB de Orleans, lançou um pacote de ações para o setor cultural que deu inveja aos atores deste setor dos municípios vizinhos.
Hoje no Brasil, 35 partidos estão registrados no TSE e estão aptos para registro de candidatura. O retrocesso é que existem ainda mais 73 em processo de formação.

Estilo de vida atual contribui para enfraquecimento dos dentes

A FAOA – Faculdade de Odontologia da APCD chama atenção para o quanto o estilo de vida atual contribui para o enfraquecimento dos dentes. “Com a evolução do homem – o que inclui o processamento dos alimentos – o ato de se alimentar passou a exigir muito pouco esforço mastigatório. Isso sem dúvida gera impacto no desenvolvimento dos dentes, na formação da arcada dentária, no aumento de cárie e placas bacterianas”, destaca o cirurgião-dentista Airton Nóbrega.
O profissional explica que a seleção natural não preparou o homem para o tipo de alimentação que está na mesa de quase todo o mundo hoje em dia. “Quando nossos ancestrais eram obrigados a caçar para se alimentar, havia um fortalecimento mandibular espontâneo. Em milhares de anos, a arcada dentária continua praticamente a mesma, mas o fato de haver uma oferta abundante de alimentos adoçados e processados impacta no aumento da quantidade de problemas bucais que enfrentamos
atualmente. Outro exemplo claro disso é como o terceiro molar, ou dente do siso, se tornou obsoleto”, salienta.
Segundo o especialista, na maioria das vezes, o siso não tem espaço suficiente para nascer e completar a erupção num ângulo ideal. Em determinados casos, ele permanece completamente escondido sob a gengiva – muitas vezes, em posição horizontal. Também pode acontecer de ele emergir parcialmente, nascendo apenas uma pontinha do dente. Isso pode resultar num problema de grandes proporções, dado
não haver condições para uma higiene ideal.
Além disso, as chances de o acúmulo de bactérias levar a uma infecção são grandes. “Mesmo que não tenha função e possa causar problemas, o siso só deve ser extraído em caso de dor, repetição de infecção – com risco de perda do segundo molar também –, presença de cistos ou tumores, gengivite ou cárie profunda. O cirurgião-dentista é quem deve avaliar bem seu paciente e decidir pela extração ou não”, frisa.
Nóbrega também inclui o bruxismo entre os males orais evidentemente associados ao estilo de vida atual. “O bruxismo está entre as disfunções da articulação temporomandibular (ATM) que mais afetam quem vive sob imenso estresse. Trata-se de uma condição em que, involuntariamente, se range e aperta os dentes, principalmente durante o sono.
Dependendo da frequência e da intensidade da dor, essa disfunção pode levar a sérios problemas de mastigação, enxaqueca, insônia e até mesmo fraturar a raiz do dente. Essa dor também pode repercutir por toda a cabeça, maxilar, pescoço, ouvidos e até mesmo nas costas, comprometendo a qualidade de vida dos pacientes”, finaliza.