Centro de equitação e equoterapia de Urussanga é referência na região

Há 10 anos em atividade e único da região, o Equonunes – Centro de Equitação e Equoterapia Nunes vem formando amazonas e cavaleiros com o prossionalismo que se tornou referência para toda a região. O espaço proporciona a prática de exercícios ao ar livre, em contato com animais e com a natureza.

Além das aulas de equitação e equoterapia, o centro oferece passeios a cavalos, festas de aniversário e serviços de doma racional.

Segundo a proprietária e instrutora Maria da Glória Pilon Nunes para a saúde, a opção também é importante. “Existem registros de 370 a.C., que Hipócrates, considerado o pai da medicina, já aconselhava a prática de equitação para regenerar e preservar a saúde, afirmando que a equitação ao ar livre fazia com que os músculo melhorassem o tônus. E, desde sempre, Hipócrates esteve certo. A equitação apresenta diversos benefícios, entre eles, a melhora do equilíbrio e coordenação motora. Com isso há um aumento da força muscular, auxílio à consciência corporal, controle da respiração, concentração, autoestima, autocontrole e, por consequência, o o fortalecimento da autoconfiança e independência”, explica.

A modalidade pode ser praticada a partir dos 2 anos de idade, com a chamada equitação lúdica, que é a prática de atividade de interação realizadas com crianças junto aos cavalos. A prática é direcionada aos pequenos com idade entre 2 a 7 anos, na fase em que o cérebro está em pleno desenvolvimento. As atividades consistem em alimentar, cuidar do cavalo, montar e brincar utilizando jogos e brinquedos educativos.

Para as aulas de equitação não é necessário possuir animal ou equipamento. Tudo isso é disponibilizado pelo Centro.

A partir dos 7 aos 70 anos é praticado o hipismo, a arte esportiva que envolve o cavalo. Conforme Glória, a modalidade também traz grandes benefícios para o corpo e a mente, com constantes aprendizados sobre postura, coordenação e equilíbrio. O praticante mantém-se sempre alerta sendo assim um excelente exercício de memória.

“O relacionamento que os praticantes criam com o cavalo, sentimentos de confiança e cuidado são repassados às relações sociais. O hipismo exige controle e domínio, fazendo com que o cavalo respeite os comandos.Alcançando esses controles o praticante se sente mais preparado a enfrentar os desafios do dia a dia. Também desenvolvem mais responsabilidade e comprometimento, já que precisam cuidar do bem-estar do animal”, relata Maria da Glória.

O centro pretende ainda esse ano realizar uma competição interna de hipismo, trazendo a competitividade saudável aos alunos.

Equoterapia 

Outro importante benefício com o uso de cavalos é o método conhecido como Equoterapia. Um procedimento terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar que estimular o desenvolvimento da mente e do corpo. Ela complementa o tratamento de pessoas com deficiências, auxiliando na coordenação motora, equilíbrio e formação do tônus muscular.

Para a proprietária e instrutora Maria da Glória é recompensador ver a melhora dos praticantes. “É um trabalho muito gratificante. Envolve muito compromisso e responsabilidade da parte de toda a equipe”, observa.

Os praticantes de equoterapia são acompanhados por uma equipe formada por instrutor, fisioterapeuta, psicóloga e auxiliar guia. Mas não é qualquer animal que está apto para interagir com os praticantes de equoterapia. Além de mansos e sociáveis, todos os cavalos são saudáveis, com acompanhamento regular de um veterinário. “Os animais devem ter 5 anos ou mais, ter o passo adequado, aprumos regulares e cascos simétricos”, detalha Maria da Glória.

O Centro de Equitação e Equoterapia Nunes e Haras Benedetta funcionam de terça a domingo. Sua sede é localizada no Alto Rio Molha. os telefones para contato são: (48) 3465-3362 / 9958-2751.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *