Mulheres com endometriose podem tomar a vacina da febre amarela?

Muitas mulheres diagnosticadas com endometriose têm dúvidas se podem tomar a vacina da febre amarela porque ouviram falar que a endometriose é uma doença autoimune. Mas, não é bem assim. Portanto, vamos esclarecer alguns pontos importantes para não gerar confusão e desinformação.

Segundo o cirurgião ginecológico, especialista no tratamento clínico e cirúrgico da endometriose, Dr. Edvaldo Cavalcante, atualmente, há evidências levantadas por estudos científicos de que nas mulheres afetadas pela doença parece haver produção de autoanticorpos, disfunção de linfócitos T e B, exacerbação das citocinas inflamatórias.

“Além disso, um recente estudo mostrou que há associações entre o gene PTPN22 (presente em doenças imunológicas) e o risco de endometriose, sugerindo, portanto, que este polimorfismo pode ser um marcador de suscetibilidade para a endometriose”, diz o médico.

Entretanto, apesar dos estudos, hoje a endometriose ainda não é considerada uma doença autoimune.

“Mas, mulheres que têm alterações autoimunes preexistentes podem ter um risco maior de desenvolver a endometriose devido às alterações genéticas, os anticorpos e o processo inflamatório causados por essas patologias. Inclusive há estudos que mostram maior prevalência de endometriose em mulheres com lúpus, por exemplo”, comenta Dr. Edvaldo.

A recomendação é verificar junto ao seu médico seu estado de saúde e confirmar ou descartar a presença de doenças autoimunes, como lúpus, artrite reumatoide, doenças da tireoide, etc. Na ausência de uma doença autoimune, ou ainda de gravidez, a mulher pode tomar a vacina e ficar tranquila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *