Teste da esteira mostra a saúde do coração

Se você sente cansaço ou dores no peito ao subir escadas ou durante uma caminhada, preste atenção e tome cuidado, pois o seu coração pode estar em alerta. A orientação destinada a pessoas que iniciam a prática de atividades físicas é procurar um médico e conhecer como está funcionando o seu organismo, inclusive o coração.
No consultório do médico cardiologista Ronaldo Passos, em Urussanga, equipamentos podem fazer a leitura de como está a saúde do coração. A primeira avaliação mais simples é o eletrocardiograma, que identifica possíveis alterações no órgão do paciente como arritmia ou isquemia. O exame é um pré-requisito para a execução do teste ergométrico, mais conhecido como teste da esteira.
O teste ergométrico é um exame de diagnóstico cardiológico. O paciente é conectado ao aparelho por meio de eletrodros na região do tórax e inicia uma caminhada na esteira, que progressivamente aumenta sua velocidade e inclinação. A pressão é medida no início e no final da avaliação. O teste apresenta e avalia o ritmo do coração durante o esforço de acordo com estágios, que são simultaneamente impressos em forma de gráficos (traçados).
“Esse exame fornece informações importantes. Mostra se o paciente tem isquemia no coração, se possui vaso ou artéria com obstrução, se tem arritmia quando faz esforço e também se a pressão altera naquele momento. Ele pode prevenir, inclusive, muitos casos de infarto”, explica o médico.
Durante a realização do teste, o médico cardiologista acompanha o paciente e conversa com ele a respeito das suas sensações naquele momento. Através do gráfico, ele observa a reação do coração e o estado do paciente. “A frequência cardíaca máxima é obtida por meio de uma fórmula: o número 200 menos a idade do paciente. Observo este item e acompanho o exame para não ultrapassar este limite”, salienta.
O resultado final do exame de esteira identifica a aptidão física do paciente e pode apresentar até graves obstruções. “Às vezes as pessoas possuem problemas graves no coração e não sabem. E quando realizam um esforço físico muito grande podem estar sujeitas a um infarto e o coração pode não suportar. Já tive paciente com 80 anos, forte, com um bom desempenho na esteira, e outra de 20 anos que praticava esportes, tinha um problema congênito e sua saúde estava em risco sem ela saber. A prevenção é o melhor caminho. Devemos procurar um médico para prevenir as doenças e não apenas quando já estivermos doente”, frisa.

Saúde de Urussanga realiza atendimento especial para a campanha OUTUBRO ROSA

A Secretaria de Saúde de Urussanga está com atendimento especial para a realização da campanha Outubro Rosa. Ações voltadas à saúde feminina, com foco na prevenção do câncer de mama e colo do útero, estão sendo executadas nos postos de saúde e outros locais.
Durante o mês de outubro, algumas unidades de saúde da Estratégia de Saúde da Família (ESF) terão horário de atendimento estendido até o período noturno para realização de exames de coleta de preventivo, solicitação de mamografias e atendimento multiprofissional.
Conforme informações repassadas pela Secretaria de Saúde de Urussanga, os postos Estação, Linha Pacheco e Bela Vista irão estender o atendimento até as 20 horas para livre demanda nas terças-feiras. A mesma ação ocorrerá nas quintas-feiras nos postos Centro (Estação), Santana, Bom Jesus e Nova Itália. No dia 21, a comunidade de Armazém será contemplada com atendimento durante todo o dia.
Segundo a enfermeira Ana Paula Wernke Salvador, equipes de profissionais da secretaria irão visitar empresas neste período para incentivar as mulheres a cuidarem da saúde. “Estes horários especiais de atendimento visam beneficiar as mulheres trabalhadoras que tem dificuldade em ir até a unidade no horário tradicional. Em outubro de 2015 foram coletados mais de 300 exames preventivos. Neste ano a procura durante o ano aumentou e isto mostra que as mulheres estão mais preocupadas com a sua saúde”, explica Ana Paula.

Skate: 1º Campeonato Street Amador acontece neste domingo

As manobras de skate de rua com obstáculos serão apresentadas durante o 1º Campeonato Street Amador de Urussanga. O evento esportivo, aberto ao público, ocorre neste domingo, dia 9, no Poliesportivo da Estação, das 9 às 19 horas. Dezenas de atletas de cidades como Florianópolis e Criciúma irão participar da ação. A expectativa da organização é receber cerca de 300 pessoas. Três jurados profissionais farão a avaliação dos atletas nas categorias mirim, iniciante, amador aberto e master. As inscrições poderão ser efetuadas no dia da competição por apenas R$ 15 e a doação de
um quilo de alimento não perecível, que será destinado a uma instituição social. Os melhores colocados receberão brindes relacionados ao esporte.
“Somos atletas desta modalidade. Praticamos e batalhamos por melhorias na pista feita no Poliesportivo da Estação, que não ficou de acordo com as necessidades dos atletas. Antes deste espaço não havia chance para o street em Urussanga e tínhamos que treinar em outras cidades”, conta o atleta Anderson De Souza.

João Manduca é o novo presidente do Clube De Villa

O Clube Sênior De Villa elegeu, no dia 29 de setembro, a sua nova diretoria. João Manduca e Anízio Mazon foram eleitos presidente e vice-presidente do Clube, respectivamente, para o mandato de um ano. A dupla tem o objetivo de manter a união do
grupo e dar segmento nos trabalhos prestados pela direção anterior, comandada por Alex Júnior Cesca Cechetto que permaneceu no cargo por dois anos consecutivos (2015 e 2016). O encontro realizado entre os membros do Clube aconteceu no Restaurante Brondo.

Clube de Tiro de Urussanga conquista premiação internacional

No último final de semana, o Clube Caça e Tiro de Urussanga (CCTU) participou da 1ª Etapa South American ATA Cup, em Hernandarias, no Paraguai. O atirador Tales Godinho representou o clube e conquistou duas premiações. O primeiro lugar na Categoria D do campeonato e a primeira colocação no Entreveiro Noturno, um campeonato onde por sorteio formam-se equipes com atiradores de diversos
clubes. A 1ª South American ATA Cup – a ATA (Amateur Trapshooting Association) é o órgão que promove e rege o tiro ao prato estilo americano em todo o mundo.

Peça teatral incentiva economia de energia a crianças

Diversão, conhecimento, conscientização e alegria marcaram a passagem do projeto “Coopercocal nas escolas” em Urussanga na última semana. O mascote Benjamin juntamente com a equipe da cooperativa visitou as escolas nas comunidades de Rio Caeté, Santana e Rio América.
As crianças acompanharam uma palestra com o tema “Conscientizando cidadão para o futuro”, realizada pelo colaborador da Coopercocal, Bruno Cechinel Martins. Em seguida, a peça teatral feita com fantoches chamou a atenção dos alunos para a economia e cooperação. “Aprendi que devemos economizar energia para o nosso bem e do nosso planeta. Gostei também de aprender sobre os tipos de energia elétrica”, disse a aluna do 4º ano da escola de Rio Caeté, Sthefany Nunes.
A surpresa veio com a chegada do mascote Benjamim, que apresentava a frase “Ajuda-me a economizar energia, pois a nossa energia está na cooperação”. Todos os estudantes receberam um material didático composto por pasta escolar, caderno com atividades educativas, caneta, lápis, borracha, régua e adesivos sobre dicas de economia.
A atividade contemplou ainda um lanche com suco e bolo integrais. “Não podemos deixar
a luz acesa quando não estamos e nem demorar no banho. Desta forma fazemos economia de energia”, afirmou a estudante do 5º ano, Juliana Ronsoni.
Para a diretora da escola de Rio Caeté, Rosalba Marcon Zuchinali o projeto da Coopercocal contribui para o processo de aprendizagem das crianças. “Atividades deste tipo envolvem os alunos e levam a re exão sobre o consumo consciente de energia
elétrica. Se economizarmos energia estaremos preservando o meio ambiente, a nossa saúde e as condições de vida de nossos  lhos e netos”, salientou.
Um amplo concurso irá encerrar o projeto. “Iremos fazer um concurso de desenho para crianças de sete e oito anos e de redação para as de nove a onze anos, sempre visando o tema que elas aprenderam durante a nossa visita”, explica a coordenadora do projeto, Elizete Frizten. O aluno vencedor irá ganhar um prêmio e a escola também será contemplada com um prêmio de acordo com sua a necessidade.
O presidente da Coopercocal, Altair Lorival de Melo destaca a importância deste evento nas escolas. “As crianças se tornarão agentes da mudança. Irão levar este conhecimento que receberam na escola para casa e cobrar de seus pais medidas de economia. Isso produzirá bons resultados tanto no meio ambiente quanto na conta da fatura”, comenta.

PROJETO É APRESENTADO A CÂMARA DE VEREADORES
Na terça-feira, dia 4, o presidente da Coopercocal Altair Lorival de Melo e a coordenadora do projeto Elisete Fritzen participaram da reunião ordinária da Câmara de Vereadores de Urussanga para falar do projeto “Coopercocal nas Escolas”. O presidente agradeceu o convite e salientou a importância deste trabalho feito nas escolas, destacando a natureza como a principal beneficiada pela encomia de energia. “Nossa intenção não é apenas incentivar o uso correto de energia pelo custo financeiro, mas também pelos benefícios ao nosso planeta. As crianças se mostram bem interessadas e cobram dos familiares em casa”, relatou. Os vereadores parabenizaram a iniciativa da Cooperativa e sugeriram levar adiante o projeto para outras escolas que não sejam da área de atuação da Coopercocal. O projeto faz parte do PEE (Programa de E ciência Energética), lançado oficialmente em agosto. Até o final de outubro 19 escolas serão visitadas atingindo mais de 2 mil alunos.

Baffone Edição 606

QUEDA DO CAVALO
O Ba one já acompanhou muitas eleições em Urussanga, mas não se recorda de ter presenciado uma queda do cavalo como esta, sofrida pelo PMDB e pelo PT. A coligação vermelha dava a reeleição como certa e acreditava que venceria os adversários com folgas. Acomodou-se e começou a festejar antes da hora. Mas, do outro lado, o trabalho era árduo, diário e discreto, e quando as urnas foram abertas o resultado pegou quase todos de surpresa. Nem o Baffone, que se acha entendido, apostava neste desfecho, mas o descontentamento do povo era maior do que se imaginava e a urnas mandaram o seu precioso recado.
PESQUISAS CONFIÁVEIS
Na reta final, a briga entre os militantes azuis e vermelhos era por causa das pesquisas de intenção de votos que foram divulgadas. Uma indicava larga vantagem de Johnny Felippe. Outra, publicada na capa do Jornal Vanguarda, apontava empate técnico. Ao final, a segunda mostrou-se bem mais realista. Mas, em meio a esta confusão, o Baffone lembrou-se de 2004, quando o Jornal Vanguarda contratou e divulgou uma pesquisa, que foi objeto de pedido frustrado de impugnação judicial e vítima das mais variadas infâmias. Mas os números, que apontavam a vitória do então candidato Luiz Carlos Zen, estavam corretíssimos. O jornal, logo de início, deu prova de sua credibilidade. Credibilidade que, até hoje, só faz aumentar.
NOVO GOVERNO: ESPECULAÇÕES I
Já começaram as especulações sobre quem serão os escolhidos por Gustavo Cancelier e Décio Silva para compor o novo governo. Bonettinho volta para o SAMAE? Lete assume novamente o Esporte? Tita será Chefe de Gabinete? Dona Íris pode ir para a Educação? Paulinho Sávio  finalmente terá a chance de realizar seu trabalho na Cultura? E a Secretaria de Saúde, que possui o maior orçamento, ficará sob a responsabilidade de quem? Zen fará parte? Por enquanto, ninguém sabe nada, mas conversando com sensatas lideranças ouve-se que, ao menos no primeiro ano de governo, a intenção é nomear o menor número de secretários possível, aproveitar funcionários de carreira de cada setor e, assim, economizar para colocar as contas, hoje vermelhas, no azul.
NOVO GOVERNO: ESPECULAÇÕES II
Uma informação repassada pelo radialista Geraldo Custódio no programa Comando Marconi causou grande constrangimento e preocupação entre os líderes do PP. De acordo com Custódio, os três vereadores eleitos (Casagrande, Zé Biz e Bonettinho) estão descontentes porque o partido teria trabalhado apenas para Gricelda Talamini, a primeira suplente, e não pretendem ocupar nenhum cargo no governo para, deste modo, não abrir vaga para que a suposta preferida das lideranças pepistas assuma o Legislativo. Não queremos acreditar que esta prioridade seja verdade, pois havia diversos outros candidatos com muito mais estrada, história e serviços prestados.
PT EM BAIXA
O grande derrotado nas eleições deste ano, em todo o país, foi sem dúvida o PT. Em São Paulo, o prefeito Haddad não chegou sequer ao segundo turno e em São Bernando do Campo, Lula não conseguiu reeleger nem mesmo o filho vereador. Em 2012, o partido teve mais de 17 milhões de votos, em 2016 foram apenas 6 milhões. Queda de mais de 60%. Em nossa região, foi Décio Goes, no Balneário Rincão, quem não conseguiu a reeleição, e, em Içara, Murialdo Galstaldon pulou do barco petista antes das eleições para evitar um final semelhante.
PMDB ENCOLHEU
O alto escalão do PMDB catarinense acreditava que iria conquistar sete prefeituras em nossa região, mas ganharam em apenas quatro municípios. Isso, sem dúvida, frustra o sonho de Eduardo Moreira de ser governador do Estado e enfraquece as lideranças regionais do partido. No país, o PMDB, encolheu 12,5% em relação à votação obtida em 2012. Naquele ano, foram mais de 17 milhões de votos. Desta vez, não chegou a 15 milhões. Em Urussanga, além de perder o Poder Executivo, perdeu um vereador, caindo de quatro para três.

PDT EM EVIDÊNCIA
O PDT é o partido que mais cresceu em Urussanga nos últimos anos, e hoje se pode dizer que está  cando maior que o PSD. Teve força para indicar o candidato a vice-prefeito na coligação vencedora e elegeu o vereador João Batista Bom, o Tita. Aliás, se tem alguém com alma lavada nesta eleição é ele, que agora volta ao Legislativo depois de ter tido o mandato cassado a pedido do PMDB. Muitos duvidaram da força de Tita e disseram que seus votos eram, na verdade, de seu antigo partido. As urnas disseram o contrário e todo o PDT agora festeja!
POUCOS VOTOS
Alguns candidatos a vereador ficaram muito desapontados com a pequena votação conquistada. As promessas foram muitas, mas os votos poucos. Aprendam e acostumem-se com a política, meus jovens. Este candidato aí, na foto abaixo, de Cocal do Sul, não deixou por baixo. Postou seu santinho no facebook com a seguinte mensagem: “Bom dia a todos, gostaria de agradecer pelos 134 votos de confiança que tive e também os 800 que me prometeram.”

EDUCAÇÃO DE PRIMEIRA
Quem está de parabéns é o Colégio Estadual Caetano Bez Batti, que foi a escola pública
mais bem colocada da região no ENEM deste ano, obtendo média geral de 516,7 pontos. O Baffone presta sua sincera homenagem à diretora Stela Maris Dagostim Talamini e a todo corpo de professores e alunos pelo resultado obtido. Que tenhamos índices de educação cada vez melhores em nosso município, pois da educação vem o progresso e a paz social.
FESTA
Na festa da vitória do 11 tinham várias pessoas que votaram no 15. Tem gente que é rapidíssima para pular de um galho ao outro, mas o Baffone está de olho. A festa também contou com a simpatia de um dos candidatos da coligação chapa pura, que não escondeu a satisfação na hora dos cumprimentos.
MATERNIDADE
O vereador reeleito Beto Cabeludo disse que irá se programar para ter um filho em 2017 e aconselhou a população para que faça isso também, já que a maternidade será reaberta. O Ba one acha que o nobre perdeu grande chance de ficar calado.
ITÁLIA
Enquanto isso em Longarone, o vice-prefeito teve que entrar no jogo. Por lá, o ‘11’ esteve em evidência. Discreto com a comemoração dos alheios, compartilhou levando na brincadeira…

BAFFINHOS
Se há dúvida, a gente responde: o vice-prefeito viajou a Longarone por conta própria.
Já na segunda-feira começaram os cortes na Prefeitura de Urussanga. Já em Morro da Fumaça, até mesmo o transporte para os alunos que iriam ao cinema na semana da criança foi suprimido.
Algumas igrejas evangélicas da cidade recomendaram aos seus fiéis que não votassem em candidatos do PT porque o partido é a favor da legalização do aborto.
A vereadora Dani disse que é a favor de cota para mulheres na Câmara de Vereadores. O Baffone, por sua vez, é contra todas as cotas, inclusive aquelas que obrigam os partidos a ter número mínimo de candidatas mulheres. Se Dani acha tão importante a presença feminina na Câmara, deveria ter se candidatado novamente. Decerto que seria reeleita.
“Este será meu último mandato. Agora vou aprender a ser um vereador de oposição. Mas serei uma pessoa tranquila, sem rancor e mágoas”, afirmou o vereador reeleito Marquinhos, na última sessão da Câmara.
Após a festa da vitória azul, militantes da coligação recolheram grande parte do lixo da Praça Anita Garibaldi e deram um belo exemplo de civilidade.
“Vamos ver se na agricultura vai acontecer tudo aquilo que prometeram”, disse o Vereador Sangaletti na Câmara.
“Vi algumas pessoas dizerem que o prefeito perdeu por que obra não dá voto. Obra bem feita dá voto sim. Obra mal feita não dá voto. Obra que a comunidade quer fazer dá voto. Obra quando a gente quer fazer sozinho não dá voto. Foi provado que nunca ninguém é dono da verdade e manda sozinho em uma cidade, e sim, a força do povo. O estouro da boiada veio e não tem cerca elétrica e nada que aguente minha gente”, afirmou o vereador
Taliano sobre o resultado das eleições.
“Serei um vereador de oposição salutar e verídica. Mas quero dizer ainda que todas as promessas ilusórias ao nosso povo, serei o maior cobrador e fiscalizador. Acredito eu que com propostas mirabolantes e inexplicável é muito fácil ganhar eleição. Tomara que aconteça tudo o que foi prometido. Por que pode ter certeza, se nós temos hoje 20 mil habitantes, nós passaremos a ter 40 mil, pois todo mundo vai querer vir morar em Urussanga”, alertou o vereador Beto Cabeludo.
A partir de primeiro de janeiro de 2017, novos rumos na Prefeitura Municipal, e o Baffone deseja sorte e sucesso aos novos mandatários. Que saibam zelar pela democracia e pela transparência, que procurem manter uma boa relação com a imprensa e com os cidadãos, que honrem a confiança que lhes foi depositada. O Baffone está torcendo, mas será sempre vigilante, exigente e cobrador…

BAFFÃO DA SEMANA
Na última sessão da Câmara, na terça-feira, só deu
tempo dos microfones desligarem para o proprietário
de um veículo de comunicação da cidade exaltar sua voz
contra as a rmações do vereador Taliano sobre pesquisas.
Flechas foram atiradas, em tom de superioridade, mas
ninguém se feriu. Apenas um cala-te boca do vereador
que não perdeu a oportunidade de sair por cima.

O QUE PLANTAR NA HORTA EM OUTUBRO? Pode ser o aipim, consorciado com outras hortaliças na entrelinhas!

O que é consorciação de culturas? É o aproveitamento do mesmo terreno, por duas ou mais culturas diferentes, na mesma época. Além de aproveitar bem o terreno, evita-se a erosão do solo e a disseminação de plantas espontâneas (“mato”) e, o mais importante, aumenta-se a biodiversidade, favorecendo-se um melhor equilíbrio da natureza e menor ataque de pragas. O consórcio pode ser feito nas entrelinhas e em faixas. Uma das opções é empregar espécies com estatura, desenvolvimento e modo de condução diferentes, como o aipim e a moranga, pepino, melancia ou abóbora(desenvolvimento rasteiro)
Aipim: O aipim, também chamado de mandioca e outros, é uma excelente fonte de carboidratos, com elevado valor energético e boa fonte de vitaminas do complexo B, além de sais minerais, especialmente o potássio. O aipim ou mandioca mansa, difere da mandioca brava, pela presença e concentração de ácido cianídrico nesta última que pode ser venenoso, causando náuseas, vômitos, sonolência e até mesmo a morte. O aipim é consumido, especialmente in natura e, também já descascado e congelado (o tempo de cozimento, praticamente reduz a metade, economizando gás). O aipim, em relação às outras culturas, possui como vantagem, a facilidade de propagação (ramas), tolerância à seca, bom rendimento em solos de baixa fertilidade e ainda resistência às pragas e doenças. A planta prefere solos arenosos e bem drenados. Existem inúmeras variedades de aipim. Em função do crescimento inicial lento, recomenda-se a consorciação do aipim com outras culturas. As manivas ou toletes (pedaços de ramas maduras) devem ter de 5 a 7 gemas com 2,5 cm de diâmetro e cerca de 12 a 15 cm de comprimento e, estar livre de pragas e doenças. Para solos bem drenados recomenda-se o plantio em sulcos de 10 cm de profundidade, colocando-se as mudas horizontalmente no sulco e depois cobrindo totalmente com terra. Para a região Sul do Brasil, recomenda-se o plantio no final de setembro até o final de outubro, após às chuvas. O espaçamento recomendado é de 1,5 à 2 m entre  leiras por 1 m entre plantas. O mandarová, uma lagarta muito voraz, é a principal praga que pode ser combatida, especialmente em plantio pequenos, através de visitas periódicas, catando-as e destruindo-as. A colheita deve ser efetuada na estação seca (outono e inverno), época em que as raízes apresentam melhor qualidade.
O arranquio manual das raízes deve ser feito após as chuvas e imediatamente recolhidas, pois a conservação em condições naturais é muito curta. Para evitar que as raízes percam qualidade, recomenda-se a colheita, no máximo até agosto, descascando e congelando as mesmas.

Câmara de Vereadores terá 55% de renovação a partir de 2017

A formação da próxima legislatura da Câmara de Vereadores de Urussanga também foi decidida no último domingo, dia 2 de outubro. Das nove vagas existentes, quatro vereadores foram reeleitos: Elson Roberto Ramos (PMDB) com 659 votos, Odivaldo Bonetti (PP) com 693 votos, Marcos Roberto Silveira (PT) com 561 votos e Vanir Zuleima Mazzucco Cacciatori (PMDB) com 800 votos.
Desta forma, a Câmara Municipal terá 55% de renovação a partir de 2017. Gilson Casagrande (PP) foi o vereador mais votado com 828 votos. Ele já havia concorrido a uma vaga ao Legislativo em 2012 e assumiu como suplente em 2014. José Carlos José (PP) concorreu ao posto de vereador pela quarta vez e entrou neste ano com 711 votos. Vanderlei Marcirio (PMDB) foi conduzido ao cargo com 606 votos.
Através do quociente partidário, João Batista Bom (PDT) retorna ao Legislativo para o terceiro mandato com 335 votos e Jair Nandi (PSD) com 530 votos assume pela primeira vez como vereador. Nandi é visto como a possibilidade de atribuir a maioria à bancada de situação ou oposição. Até o momento, a atual presidente da Câmara de Vereadores de Urussanga, Vanir Zuleima Mazzucco Cacciatori (PMDB) é a única representante do gênero feminino.