Mulheres reaproveitam óleo de cozinha usado para fazer produtos de limpeza

A consciência de que simples gestos podem fazer a diferença e ajudar a amenizar os impactos ao meio ambiente está no pensamento e nas atitudes da aposentada Erna Maestrelli Maccari, de 78 anos. Há mais de 10 anos, Erna reaproveita o óleo de cozinha já utilizado na preparação de seus alimentos.
Periodicamente, ela guarda esta gordura para transformá-la em produtos de limpeza. “Escutei sobre reaproveitar do óleo e fui atrás para saber como poderia ser feito. Busquei orientações e receitas e fui aperfeiçoando ao longo dos anos”, conta.
Após aprender diversas receitas e modos para elaborar tipos de sabão e detergente, Erna decidiu dividir com suas amigas o conhecimento que contribui para proteger o meio ambiente. Ela conta que existe um segredo para alcançar o ponto certo.
“Primeiro a pessoa deve depositar a água e a soda num recipiente. Em outro, misturar o óleo e o complemento da receita que pode variar como, por exemplo, álcool ou limão, dependendo do tipo de sabão que você gostaria de fazer. Depois disso você junta os dois numa única vasilha e mexe durante 30 minutos. Logo seu produto de limpeza estará pronto e é só passá-lo para um recipiente de sua preferência”, explica.
Sirlei Padilha, dona de uma lanchonete, participa e colabora com a produção desde o início deste ano. Ela também reaproveita caixas de leite para colocar o sabão e retirá-lo num formato retangular. Para Sirlei, esta ação evita a destinação incorreta dos resíduos líquidos.
“Lembro que minha mãe já fazia este tipo de sabão antigamente. Reaproveitando o óleo já usado desta forma não é preciso jogar ele fora e poluir o meio ambiente de modo indevido. Tudo se aproveita, se recria, se reutiliza. Às vezes dou peças do sabão para amigos e familiares experimentarem”, comenta. Proprietária de uma padaria, Sandra da Silva iniciou no ano passado a elaboração de produtos de limpeza caseiros feitos a partir do reaproveitamento de óleo de cozinha já utilizado. Por ano, ela costuma fazer duas remessas e guarda cerca de 40 litros de óleo para a produção.
“Além de contribuir para o meio ambiente, você também economiza. Antes, um pacote com 5 peças de sabão que custa 7 reais durava apenas 2 dias. Esta produção caseira é de qualidade. Elimina bem melhor a gordura”, frisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *