PRF/SC registra menor nmero de mortes nesta Operao Carnaval

A Polcia Rodoviria Federal terminou nesta quarta-feira, dia 18, a Operao Carnaval 2015, que iniciou no dia 13, em todo o Brasil. Durante a operao, a PRF/SC registrou congestionamentos em todas as rodovias federais em Santa Catarina.
Apesar do rigor da lei seca, com multa por embriaguez no valor de R$ 1.915,00 e suspenso do direito de dirigir por um ano, em seis dias de operao, a PRF/SC flagrou 114 motoristas dirigindo embriagados, sendo 16 presos em flagrante.

Registro de
acidentes fatais
Foram registradotrs acidentes fatais nessa Operao Carnaval na BR-101. Os acidentes aconteceram na sexta-feira, dia 13, no primeiro dia da operao. Um aconteceu na
BR-101, em Tubaro, por volta da 1 hora, com o tombamento de uma moto.
Tambm na BR-101, em Ararangu, por volta das 15h45min, ocorreu uma coliso frontal na marginal entre um automvel e um e caminho.
Na BR-470, do Rio do Sul, tambm por volta das 15h45min, aconteceu uma coliso frontal entre um automvel e dois caminhes. Conforme pesquisa da PRF/SC, este foi o menor nmero de casos de mortes j registrado.

Quaresma: Tempo de rever nossas aes e atitudes que prejudicam o meio ambiente!

Quaresma tempo de converso (nascer de novo), reflexo, meditao, tempo de rever nossas aes e atitudes e, o mais importante, rever nossos erros. Vamos aproveitar este tempo para parar um pouco e voltar os nossos pensamentos para libertar-nos de tudo aquilo que nos aprisiona, escraviza e, especialmente, que nos faz mal, como por exemplo, o uso de agrotxicos na produo de alimentos.O cuidado com o meio ambiente responsabilidade de todo cristo(a).Quando desrespeitamos a natureza, no utilizamos de forma sustentvel os rios, as florestas, o solo, o ar e tudo aquilo que necessrio para a vida do planeta. Tambm no estamos pensando nas futuras geraes e, ainda, transmitimos a ideia de que precisamos extrair tudo agora e que todos os recursos naturais so infinitos. A Terra a nossa casa comum e o nico lugar que temos para habitar e, tambm, o espao de muitos povos de hoje e do futuro e, deoutras formas de vida.
Os agrotxicos utilizados na produo de alimentos no Brasil, tem nos dado desde 2008, o ttulo de campeo mundialno uso destes venenos e, o que pior,muitas destas substncias j proibidas em outros pases, continuam sendo usadas em nosso pas. Em consequncia disso, a sade do brasileiro que sofre, pois somente no Estado de Santa Catarina, os casos de intoxicao registrados no Centro de Informaes Toxicolgicas (www.cit.sc.gov.br) quase dobraram nos ltimos 5 anos (2.300 pessoas), comparado ao quinqunio de 1991-1995. Diariamente, tambm ouve-se falar de preservao do meio ambiente, mas muitos ainda no tem conscincia de que o lixo que se multiplica a cada ano que passa, tem que ser colocado no lugar certo e, no na natureza. sempre bom lembrar o tempo (anos) que a natureza leva para desintegrar alguns dos principais lixos: filtro de cigarro e chiclete (5 anos); plstico (mais de 30 anos); metal (mais de 100 anos); borracha (indeterminado) e vidro (um milho de anos).
Nesta quaresma, renovamos a nossa esperana e a nossa f em um mundo melhor, com paz, harmonia e amor construdos por pequenos gestos de compreenso, solidariedade, respeito, fraternidade e conscincia ecolgica. O mundo no podemos mudar, mas podemos mudar a ns mesmos. Fazer a nossa parte e alertar, esclarecer e orientar compromisso de todos! Todos deveriam se conscientizar que o cuidado com o meio ambiente no responsabilidade s dos ambientalistas e dos governantes, mas de todo cristo(a).Tudo o que existe foi criado por Deus e entregue ao homem e mulher. Mas o que a humanidade vem fazendo com a criao de Deus? A campanha da fraternidade 2015 prope um amplo dilogo com a sociedade. Somos seres sociais e, por isso, sofremos influncias e influenciamos a sociedade na qual vivemos e nos relacionamos. O lema da campanha: Eu vim para servir nos dizque quem vem, vem para alguma coisa, ou seja, servir! Seja na famlia, na comunidade e na sociedade. No existimos para ns mesmos, existimos para os outros.Que tal, a partir desta quaresma, comearmos a ter uma maior conscincia ecolgica?Elevemos os nossos pensamentos a Deus e peamos Ele que nos ajude a nos libertar de todos os males que prejudicam a nossa sade e o meio ambiente.

Jovem de Cocal do Sul com leucemia encontra doador e precisa da ajuda da populao para realizar transplante

H dois anos, o jovem Renan Anjo Carvalho da Silva, de 24 anos, luta contra a leucemia. Uma batalha difcil e que requer muita f e esperana para alcanar o seu sonho. Sonho este, que h um ms veio como um bilhete de loteria premiado: ele encontrou um doador de medula ssea compatvel, do Rio de Janeiro. Notcia que muda todos os rumos da sua vida e a busca agora passa a ser por recursos para realizar a cirurgia de transplante.
Para Renan foi uma felicidade muito grande saber que poder realizar o procedimento em breve.
Eu j consegui a remisso da leucemia, depois de 19 meses de tratamento com quimioterapia. Apesar de eu estar com diagnstico negativo da doena, se ela voltar, ser muito pior, por isto ainda preciso do transplante, explica o jovem.

Campanha
Uma campanha est sendo realizada, pela famlia de Renan, para que ele consiga o valor necessrio, cerca de 50 mil reais, para a realizao do transplante que acontecer em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Este valor foi estipulado atravs de uma moa que conheo, de Tubaro. Ela gastou em torno disto para realizar a cirurgia, comenta Carvalho.
Quem desejar colaborar com a campanha, pode adquirir as camisetas que esto sendo comercializadas na Barraca do Taliano, em Urussanga. Alm de uma rifa que ser sorteada no prximo ms e pode ser encontrada no Supermercado Martins e Supermercado So Pedro de Urussanga. Agradeo a todos que esto colaborando. So graas a essas ajudas que conseguirei realizar a cirurgia. Minha famlia ir prestar contas de todo o dinheiro arrecadado e caso no seja utilizado todo o valor, vamos destinar a algum paciente de leucemia ou para a Casa do Guido, finaliza.

Maternidade aos 40 aumenta no Brasil

H algumas dcadas, a gravidez aos 40 anos era sinnimo de apreenso ou at mesmo de desespero para muitas mulheres. Com a mudana de fatores econmicos e sociais, e o avano da medicina em todo mundo, a realidade de hoje outra. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE) revelou que em 2003 cerca de 53 mil mulheres na faixa etria dos 40 anos engravidavam por ano no pas.
Em 2013 foram registrados quase 63 mil casos de mulheres gestantes nessa mesma faixa etria, representando um aumento de 17%. A empresria Vera Mendes, de 53 anos, teve a filha mais nova aos 41 anos. Ela lembra que ficou preocupada por causa da idade e que a criao da caula diferente das duas filhas mais velhas.
Eu fiquei preocupada porque eu j tinha 40 anos, mas tive um acompanhamento rigoroso de meu mdico. Na poca era considerada uma gravidez de risco, porm hoje as mulheres esto optando por ter filhos aps os 30, 35 anos devido a sua profisso. Percebo que a criao de minhas filhas diferente. A nova gerao possui outros hbitos e ainda preciso conciliar meu trabalho e o papel de me. Mesmo tendo experincia, falta pique, comenta.
De acordo com o IBGE, o nmero de mulheres grvidas entre 35 e 39 anos aumentou quase 30% nos ltimos dez anos. Para a psicloga Mara Tavares, o processo de mudana da sociedade nos ltimos 20 anos fez com que a mulher reivindicasse uma postura de respeito e de contribuio direta na vida profissional ou familiar. Com isso, a mulher que escolhe ser me a partir dos 40 anos sabe muito bem o que quer.
Essa escolha faz parte de um projeto de vida agora, muito mais planejado, muito mais racional do que era antigamente at mesmo imposta para ela. Ela tinha que casar, ela tinha que ter filhos. Hoje ela pode optar por ter ou no ter, por ter filhos sem casas, por casar e no ter filhos, ou para adiar esse sonho, esse projeto, salienta.
Outro dado divulgado pelo IBGE foi diminuio da gravidez em mulheres entre 20 e 24 anos. De acordo com o instituto, a gestao nessa faixa etria caiu de 30% para 25% em dez anos. Vale lembrar que para muitos mdicos, a gravidez a partir de 35 anos deve ser tratada com bastante cuidado, pois nessa idade que a mulher pode comear a desenvolver doenas como a diabetes e a hipertenso.

Conhea os benefcios da mandioca e do aipim

A mandioca ou o aipim so facilmente encontrados na mesa de muitas famlias brasileiras. Estas razes so fonte de carboidrato e contm protenas, fibras, clcio e entre outros nutrientes, conforme informaes da nutricionista da Secretaria de Educao de Urussanga, Marlia Cremonini.
Em Urussanga, so plantados cerca de 90 hectares destas razes e alguns agricultores fornecem o produto para as escolas do municpio, agregando um cardpio mais rico e saudvel para as crianas. A agricultora Denise Alves, de So Joo do Rio Maior, fornece o produto para a merenda escolar. Conforme a demanda da Secretaria, nos enviamos o aipim. Mandamos cerca de 200 quilos da raiz, fresquinhos e de qualidade para as escolas, comenta a agricultora.
Alm de fornecer para a merenda, Denise tambm comercializa o produto em uma venda da localidade e tambm em sua prpria residncia. Algumas pessoas da comunidade pedem para ns e entregamos o aipim j descascado e limpo. As pessoas gostam de comprar conosco, pois, no usamos produtos qumicos, afirma.
Segundo a nutricionista Marlia, importante o aipim e a mandioca fazerem parte da alimentao das crianas por fornecerem energia e tambm timo para pessoas que possuem alergia ao glten, que pode ser substitudo pela farinha de trigo. Alm de ajudarmos os agricultores do municpio, um alimento natural. Tambm pode ser usado de vrias formas para fazer pur, bolos e entre outras opes, por exemplo, conclui.

Saiba mais

A cultura da mandioca e do aipim produzida em 43 municpios do estado de Santa Catarina e mais de 7 mil famlias cultivam o alimento, conforme informaes do IBGE. Em 2013, a rea plantada desta raiz foi de mais de 10 mil hectares.
A Estao Experimental da Epagri de Urussanga a nica unidade de pesquisa da Epagri no Estado que atua com a cultura da mandioca e do aipim. Temos uma grande responsabilidade para gerar tecnologias que atendam a demanda neste setor da economia catarinense, observa o Pesquisador e Engenheiro Agrnomo, Enilto de Oliveira Neubert.

Obras na Aldo Baldin j esto na etapa final

A terceira etapa obras de pavimentao rodovia Aldo Baldin, nos bairros Rio Salto e Rio Amrica, se encaminha para os detalhes finais. Com o asfalto j todo colocado e faltando apenas trabalhos complementares, a expectativa da Prefeitura de Urussanga deixar tudo pronto em maro, caso as condies do tempo sejam favorveis. Agora s falta concluir a construo das sarjetas, a colocao de gramas (para evitar a eroso s margens da via), e a sinalizao horizontal. Depois, em parceria com a Coopercocal, tambm ser feita toda a iluminao, antecipa o secretrio municipal de Planejamento, Jorcio Zucchinali. Outra melhoria feita no trecho foi a alterao no acesso comunidade do Rio Amrica Baixo. Com a mudana, os moradores e profissionais que trabalham numa empresa da localidade se beneficiaro de um trecho de asfalto perto do cruzamento com a Aldo Baldin. O terceiro trecho da pavimentao da rodovia feito com recursos do Governo do Estado, vindos do Fundo de Apoio aos Municpios (Fundam). Os outros dois trechos foram construdos em parceria com o Governo Federal.

Horrio de vero 2014/2015 termina neste domingo

O horrio de vero 2014/2015 que teve incio no terceiro domingo de outubro de 2014, termina neste fim de semana, no dia 22 de fevereiro, data em que os relgios tero de ser atrasados nas regies que aderiram medida. A data estipulada para o encerramento do horrio de vero sempre o terceiro domingo de fevereiro, mas nos casos em que coincide com o carnaval adiado para o prximo final de semana. O principal objetivo da mudana a economia de energia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Eltrico (ONS), com uma hora a mais de luz natural no perodo, a expectativa de que a demanda no horrio de pico diminua 2.595 MW – uma reduo que varia de 4,5% a 5% das cargas totais dos subsistemas. A economia prevista de e aproximadamente R$ 278 milhes, em funo da diminuio de gerao trmica.

Asfalto na Avenida Marcos Costa comea a ser removido

Os trabalhos de revitalizao da Avenida Marcos Costa, em Urussanga, entraram em uma nova fase. Agora comea a remoo da camada asfltica, para que depois seja colocada a nova.A remoo ser feita por etapas, para minimizar os transtornos. Vamos comear pela entrada da Vila Romana, explica o secretrio municipal de Planejamento, Jorcio Zucchinali, ressaltando que os motoristas precisam reforar a ateno quando trafegarem pelo trecho. A avenida, que faz o acesso das comunidades Rio Amrica, Rio Salto e Belvedere, ganhar um asfalto novo e de maior durabilidade, alm de calamento para os pedestres. O investimento na obra de mais de R$ 770 mil, em parceria com o Governo Federal. Essa obra saiu do papel graas ajuda da ministra Ideli Salvatti, que nos auxiliou na busca pelos recursos federais, ressalta o prefeito em exerccio, Luiz Henrique Martins.

Coopercocal d orientaes aos consumidores para gerar economia

Devido a campanhas em prol do uso racional de recursos energticos, a Cooperativa Energtica de Cocal do Sul (Coopercocal) est orientando seus associados e consumidores para que se conscientizem e ajudem a combater o desperdcio de energia eltrica com pequenas mudanas de hbito.
Usar a energia eltrica de forma consciente muito importante para as famlias e a sociedade. Alm de economizar na conta de luz, o uso eficiente da energia eltrica ajuda a evitar sua escassez. Pequenos cuidados evitam o desperdcio, explica o presidente da Coopercocal, Altair Lourival de Mello.
Segundo a Coopercocal, existem algumas aes a serem tomadas nas residncias para a reduo do consumo de energia e na gerao de economia.
Evitar deixar a geladeira aberta por muito tempo e diminuir o nmero de vezes que a abre, utilizar lmpadas fluorescentes compactas ou led, no dormir deixando a televiso ligada, entre outras atitudes geram menos gastos, frisa.

Comunidade empenhada no Plano de Educao

Professora e me de uma aluna da educao infantil, Adriane Magagnin Ribeiro chegou cedo para a discusso sobre o Plano Municipal de Educao de Urussanga. A audincia pblica comeou s 8h dessa quarta-feira e se estendeu ao longo de todo o dia, com a participao de aproximadamente 300 pessoas, entre pais, professores e demais profissionais da rede municipal de ensino. Entendo que tudo o que for para melhorar a educao precisa da ajuda de todos, opinou Adriane.
A avaliao dela partilhada por quem gere a educao pblica em Urussanga. Por isso, a reunio buscou contemplar todos os envolvidos no dia a dia escolar na busca por solues do curto ao longo prazo. Um exemplo que precisa ser planejado desde j o futuro da educao infantil. Com o crescimento da demanda por vagas em creches, precisamos pensar em como faremos para atender a essa necessidade. A participao de todos importante para nos ajudar a definir, afirma a secretria municipal de Educao, Brgida Marioti.

Avanos j so sentidos
O prefeito em exerccio de Urussanga, Luiz Henrique Martins, avalia que houve avanos significativos nos ltimos anos na educao, mas os municpios ainda esto longe de atingir um nvel ideal. O Plano Nacional da Educao o incio da normatizao que ir obrigar os agentes polticos a seguir o que for planejado nessa rea, considera.
No perodo da manh, houve ainda uma palestra com a deputada estadual Luciane Carminatti, que participou da elaborao do Plano Nacional de Educao, e do doutor em educao e reitor da Unesc, Gildo Volpato. tarde, um grupo tcnico trabalhou efetivamente na construo do Plano Municipal de Educao, que define as metas e estratgias a serem alcanadas durante o perodo de dez anos.
Prximos
passos
Agora, a equipe encarregada de elaborar o Plano deve se reunir semanalmente e concluir at meados de abril. Depois de pronto, o documento ser encaminhado Cmara, para que seja apreciado pelos vereadores e transformado em lei.

Ptria Populista

O dever do governante que assume o poder num pas socialmente injusto emancipar o povo. Emancipar o povo significa, basicamente, dar a ele educao verdadeira, de absoluta qualidade e educao verdadeira aquela que alfabetiza o aluno com excelncia e o ensina a pensar matematicamente em seu dia a dia. Somente assim o cidado poder ter a chance de seguir adiante pelas prprias pernas, competindo e vencendo no mercado de trabalho. Trata-se da educao bsica, elementar, que comea ainda na infncia, quando a criana faz seus primeiros rabiscos. Uma ptria educadora precisa concentrar-se neste ponto.
Na ltima dcada o Brasil caiu posiesnos rankings internacionais que medem a qualidade deensino. No recente exame do ENEM, 500 mil alunos tiraram nota zero na redao. um escndalo. Isto significa que o governo brasileiro no est cumprindo seu dever de emancipar o povo, pois no lhe oferece educao bsica minimamente qualificada. Por outro lado, este mesmo governo, to negligente com a escola, concede bolsas a torto e a direito, proporciona o crdito e o consumo. D os peixes, mas sonega a vara de pescar. O nome disso populismo.
O populismo uma praga que infecta boa parte da Amrica Latina, inclusive o Brasil. Ocorre quando figuras carismticasou s vezes sem carisma nenhumapresentam-se como pais ou mes da nao, distribuindo benefcios aos pobres e dando a eles a chance de ingressar no mundo maravilhoso do consumo. Para os populistas, as massas devem ter garantido o direito de consumir, mas melhor que permaneam analfabetas e no saibam fazer as quatro operaes. S assim a populao depender sempre deste generoso governo grtis, e lhe dar os votos de que necessita para ir ficando no poder.
Ao iniciaro segundo mandato, a presidente disse que o lema da nao dali em diante seria Brasil: Ptria Educadora. Depois, cortou verbas do Ministrio da Educao e limitou drasticamente o acesso aos FIES, programa que financia estudantes de baixa renda em universidades particulares. Emancipar o povo no objetivo de governo populista, pois o povo, uma vez emancipado, dar-lhe-ia as costas no momento seguinte. No h justia social no populismo, porque nele o po mesa – e o passeio no shopping – dependem sempre da boa vontade do papai Estado, do governanteda ocasio. Assim se constri uma ptria populista.

Imposio das Cinzas rene catlicos e abre a Quaresma

Os catlicos de Urussanga, em comunho com a Igreja no mundo todo, celebraram a solenidade da Quarta-Feira de Cinzas, que abre o tempo litrgico da Quaresma. Quarenta dias de preparao para a Pscoa, quando somos convidados a nos preparar, atravs de orao, penitncia, jejum e caridade, para que nosso corao acolha e celebre, mais profundamente, o grande mistrio da Paixo, Morte e Ressurreio, pelo qual Deus mostra sua infinita misericrdia para com a humanidade sofrida pelo pecado e pelas fraquezas. Uma realidade que acompanha cada um, em particular, e todas as pessoas e comunidades, salienta o bispo da Diocese de Cricima, Dom Jacinto Inacio Flach.
Conforme o bispo, as cinzas que os catlicos recebem em sua fronte, em forma de cruz, recordam a palavra de Deus que diz: Porque tu s p e ao p hs de voltar (Gnesis 3,19).
tempo de penitncia, de nos converter. Que realmente levemos a srio esse tempo e no fiquemos indiferentes ao amor de Deus por ns, fazendo tambm nossa parte, participando das liturgias, dos grupos de famlias e reflexes da Campanha da Fraternidade, sempre com o corao aberto a viver e praticar a caridade. Para os pecados, somos chamados a morrer e, para a Ressurreio, somos chamados a viver!, enfatiza Dom Jacinto.
Segundo o proco de Urussanga, Jiovani Manique Barreto, a Quaresma um tempo de renovao espiritual. um momento onde cada um procura contemplar Jesus em seu caminho para a cruz, em seu caminho de salvao. Dessa forma se busca viver essa intensidade por meio de prticas como obras de caridade, orao, jejum, ateno aos mais necessitados e se renovar espiritualmente para se preparar para a Pscoa do Senhor, afirmou.
A estudante Sthefany Pillon Antunes, de 16 anos, participou da celebrao da Quarta-Feira de Cinzas e ressalta que este perodo destinado a viver em orao com Jesus Cristo. Se a gente est aqui hoje porque Jesus nos salvou, ento ns temos salvao. um momento de silncio, de viver essa orao com Jesus e sentir e experimentar o seu verdadeiro amor, frisou. Para o assistente financeiro Jucemar de Jesus, a Quaresma motiva mudana positivas nas vidas dos cristos. tempo de reflexo e motivao, de servir e aprender a se doar mais, ter mais amor pelas pessoas e provocar mudanas positivas, pontuou.
A aposentada Terezinha Quarezemin, de 63 anos, um exemplo de uma crist que busca a renovao espiritual durante todo o ano. Sou um ser humano que busca ter uma vida literalmente transformada por Cristo, uma personalidade moldada pelo Esprito Santo de Deus, buscando cumprimento dos seus mandamentos no meu modo de viver. So Joo diz que se no amamos de fato a Deus e ao nosso prximo no conhecemos a Deus. impossvel conhecer a Deus sem viver em amor. Do amor derivam todas as outras qualidades que todo ser precisa ter. O amor une perfeitamente todas as coisas, comenta.
Para Terezinha, a Quaresma um perodo de penitncia e preparao. Vivemos agora um perodo espiritual voltado reflexo onde todos deveriam se recolher em orao e penitncia para preparar o esprito para a acolhida do Cristo vivo ressuscitado, no domingo de Pscoa. No somente na Quaresma, mas em todos os dias de nossas vidas o cristo deve buscar o reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justia, a paz e o amor em toda comunidade. Somos convidados a participao dos sacramentos, da missa, a participao nas comunidades, nas vias sacras, nas celebraes penitenciais. No s jejuar a comida, mas tambm fazer algo de concreto pelos irmos mais necessitados, salienta.

Campanha da Fraternidade 2015 convida ao servio

A Campanha da Fraternidade 2015, lanada pela Conferncia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), traz como tema Fraternidade: Igreja e Sociedade, luz do lema Eu vim para servir (cf. Mc 10,45). Este ano a Campanha da Fraternidade nos lembra de que ns somos todos chamados a servir e no a ser servidos, a exemplo de Jesus Cristo, que veio para servir. Isto deve ser uma luz em nossa sociedade, onde tantas vezes o lucro econmico mais importante que o amor e a doao. Por isso, ns, como Igreja, somos chamados a ser sal e luz a partir dos valores do Evangelho, explica o bispo. Para o proco de Urussanga, o Papa Francisco um exemplo que simboliza a Igreja de encontro com os necessitados. A Campanha da Fraternidade quer fazer os cristos refletirem e todos assumirem mais essa realidade do servio, da disponibilidade, da solidariedade. H pessoas neste mundo destinadas a servir e ir de encontro a necessidade dos irmos. Um grande exemplo o nosso Papa Francisco, que vem mostrando que a Igreja seja sempre o sinal de Cristo que vai ao encontro de quem precisa, finaliza.

The Temple: projeto une gastronomia e msica eletrnica

Ao som de uma melodia envolvente e apreciando um cenrio paradisaco, bebidas bem elaboradas e excelente gastronomia, convidados iro conhecer, no dia 27 de fevereiro, o novo projeto da Vigna Mazon: The Temple – Gourmet, Drinks & Dance. O evento de lanamento do projeto iniciar s 21 horas e tambm ir celebrar os 24 anos de atuao da Vigna Mazon no setor de turismo.
A ousada proposta foi inspirada nas mais sofisticadas casas noturnas de Santa Catarina e ir proporcionar, durante todo o ano, noites dinmicas aliadas aos melhores servios de entretenimento. O projeto The Temple transformar a Vigna Mazon no templo dos deuses romano e grego Baco e Dionsio, provedores dos segredos da produo do vinho e de boas festas, mas preservar as caractersticas regionais e respeitar as peculiaridades da propriedade pertencente ao Patrimnio Histrico Brasileiro, segundo a Icomos/Unesco.
A gastronomia estar em evidncia durante a festa. A Vigna Mazon oferecer diversos servios gourmet. Os convidados podero desfrutar da combinao de massas e molhos exclusivos, alm de hambrgueres diferenciados com receitas especiais seguindo a tendncia atual no mundo. O destaque da noite tambm ser para drinques elaborados a base dos espumantes da Vincola Mazon. Ser uma noite incrvel que ir misturar gastronomia, bar e balada para satisfazer um seleto pblico antenado. Queremos que os convidados explorem seus sentidos, explica a proprietria da Vigna Mazon, Patrcia Mazon.
Os eventos do projeto The Temple iro priorizar a msica eletrnica de qualidade voltada para os estilos deep house e underground, que possuem melodias suaves e elegantes e proporcionam um som confortvel e envolvente. O quarteto mineiro Funky Fat, famoso por produzir uma contagiante combinao de house music com ingredientes do indie-rock e por ter suas msicas propagadas em diversas rdios europeias, ser a principal atrao do lanamento do projeto The Temple, no dia 27 de fevereiro.

Operao carnaval inicia hoje nas rodovias

APolcia Rodoviria Federal (PRF) inicia hoje, dia 13, a Operao Carnaval 2015, em todo o Brasil. O principal objetivo da PRF reduzir o nmero de acidentes, feridos e mortos nas rodovias federais. Para atingir esse objetivo, a PRF de Santa Catarina ir trabalhar com fiscalizao em suas unidades operacionais e nos pontos onde costumam ocorrer o maior nmero de acidentes.
A PRF/SC estar operando com radares e visa reduzir o excesso de velocidade, uma das principais causas de acidentes. Tambm estaremos fiscalizando os motoristas que dirigem aps ingesto de lcool, um dos grandes problemas que enfrentamos em todas as operaes de carnaval. As rodovias de pista simples, como as BRs 282 e 470, recebero ateno especial no que se refere fiscalizao de ultrapassagens em locais proibidos, uma das causas de colises frontais, comenta o Assessor de Imprensa da PRF/SC, Luiz Graziano.
Restrio de
veculos de carga
Para trnsito fluir melhor nas rodovias de pista simples, o trfego de caminhes bitrens, veculos com dimenses excedentes e caminhes cegonhas sofrer restries durante o feriado. Nos dias e horrios de maior movimento esses veculos no podero transitar, independentemente de estarem carregados e ainda que possuam Autorizao Especial de Trnsito (AET), conforme informaes da PRF/SC.
O motorista que descumprir a determinao ser notificado pela PRF. Que ser considerada uma infrao mdia, gerando multa de R$ 85,13 e quatro pontos na Carteira de Habilitao. Alm disso, o condutor ser obrigado a permanecer com o veculo estacionado at o final da restrio.

Baffone

Cinema
Uma notcia me entristeceu e muito essa semana. Urussanga tem tudo para perder o seu cinema. Foram tempos de negociao at chegar onde est. O que falta? Apoio. Apoio do poder pblico, das empresas enfim … apoio. No ano passado 8 mil crianas foram atendidas da regio, sem pagar nada. Infelizmente, toda a nossa estrutura estar indo para outro municpio. Uma pena. Os responsveis buscam por parcerias com as empresas, principalmente. O valor do apoio trocado por ingressos que podem ser distribudos aos funcionrios para manter o local. Para se ter uma ideia, s a manuteno de um projetor custa em mdia R$ 30 mil. Outro fato, Urussanga recebe pessoas da regio e muitas delas vo pela primeira vez ao cinema e aqui. Por favor Prefeitura, empresrios. Vamos abraar essa cultura, custa menos que voc possa imaginar.

No Comando
Prefeito Johnny passou o cargo ao vice e ficar afastado durante 15 dias. Estamos governando nossa querida cidade a quatro mos, portanto as mudanas e obras estaro sendo comandadas pelo nosso vice. Sucesso ao Cuica e aproveito o momento para em nome dos meus pais, Murilo e Neia, dos meus irmos, enfim, de toda a famlia para agradecer o carinho, as mensagens de todos, pelo momento em que estamos passando, pela fora … f, disse o prefeito nas redes sociais essa semana.

Hospital
Parece que finalmente vo fazer alguma coisa para dar mais uma opo de horrio s pessoas que fazem visitas aos doentes no HNSC. Como est complicado, horrio de almoo pra se acabar. Assunto foi debatido na Marconi e h possibilidade de algo mudar em abril.

Inacreditvel
O Vice-Governador, Eduardo Pinho Moreira falou nesta semana que um absurdo o Estado ainda ter de pagar licenas prmio aos servidores. Fao minhas as palavras do advogado Luciano, agora nosso colunista, via facebook: Tudo bem, t certo. Mas, e a aposentadoria (bem polpuda) que ele recebe por ter assumido o cargo de governador durante apenas seis meses? Governante que no d exemplo, tem de ficar com a boca fechada, o que significa dizer que Moreira jamais deveria abrir a dele.

Frum
Urussanga ir sediar de 8 a 10 de abril de 2015 o V Frum Estadual de Cultura, com palestrantes renomados. Definio que foi pleiteada no ano passado pela ex-diretora de Cultura da cidade, Dani Mondardo. O prefeito em exerccio, Luiz Henrique Martins foi quem oficializou a realizao do evento durante reunio na Amrec nesta quarta-feira. Muito bom para Urussanga por sinal.

Almoo
Dona Iris Cancelier recebeu em sua casa para uma almoo no dia 09, o deputado Rodrigo Minotto. Na pauta, os novos integrantes do PDT. S faltou o vereador Tita no encontro. Ser que ele estaria agora pensando em fazer uma revoada progressista?

Santana
Leitor est descontente com os trabalhos realizados em Santana quanto a pavimentao do primeiro trecho. Esto trabalhando no local, mas segundo morador no fizeram mais nada. S passa um carro por vez e a condio da estrada tambm est ruim.

Desabafo
O vereador Joo Batista Bom (Tita) criticou a atuao do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) pelo descaso com que trata as rodovias da regio nesta semana durante a sesso do Legislativo. Ele ainda destacou as pssimas condies da Rodovia Gensio Mazon e classificou como incompetente o ex-diretor do Deinfra o Engenheiro Paulo Roberto Meller.

Sade
Na ltima semana, a vereadora Izolete levantou a situao da cota de exames no Posto de Sade no bairro Nova Itlia. A vereadora Vani Mazzuco Cacciatori foi quem trouxe a resposta para a indignao da oposio. Disse que na Unidade Bsica de Sade do bairro so realizados 24 atendimentos dirios, sendo que 12 so agendamentos feitos por telefone e 12 por demanda espontnea. O total de atendimentos mdicos mensais fica entre 350 e 400 consultas. A vereadora est visitando todas as Unidades de sade do Municpio para levantar informaes sobre a qualidade dos atendimentos em Urussanga.

Maternidade
O Presidente do HNSC foi claro em suas palavras durante entrevista exclusiva nao Vanguarda. Nem tudo festa. Os 129 mil uma sobra de uma verba (R$ 250 mil) que veio do estado para aquisio de um ultrasson para prefeitura que custou R$ 121 mil. O ex-prefeito Vanderlei Rosso falou com o Governador e fez esforo para liberar esse restinho, mas mesmo assim no vai dar para pagar os dois meses de sobreaviso da maternidade. Essa reunio que aconteceu d uma esperana mais concreta, porque entes era tudo muito fantasia. Parece que achamos a pessoa certa (o secretrio). At agora o que escutamos nas rdios e lemos nos jornais, tudo era mentira. Os compromissos assumidos eram mentirosos, disse. Ele ainda desafiou: Se tiver algum que me prove que a verba prometida em 2013 veio, comprove-me. Queimamos todos os recursos que tnhamos com bazar, jantar, entre outros, e agora estamos devendo para os mdicos da maternidade. Se at o final do ms os 129 mil reais no vierem, a diretoria vai fechar a maternidade sim. No temos mais como sustentar essa situao e a Promotoria de Justia j foi comunicada, ressaltou Arnaldo Bez Batti.

Rapidinhas

uA CPI (Comisso Parlamentar de Inqurito) da Petrobras, aprovada na semana passada na Cmara dos Deputados, contou com a assinatura de trs dos 16 deputados federais catarinenses. So eles, Carmen Zanotto (PPS), Geovnia de S (PSDB) e Marco Tebald (PSDB). Decepcionei-me. Calamidade! Pau neles.
uO prefeito em exerccio no foi feliz em suas palavras ao defender na rdio Marconi o governo Dilma quanto ao aumento da gasolina.
uA vereadora Izolete solicitou ao Poder Executivo Municipal mais pontualidade no pagamento dos profissionais que participam da organizao de eventos esportivos no municpio de Urussanga. Segundo informaes da vereadora, tanto rbitros como as premiaes dos eventos no esto sendo pagos nas datas combinadas com os participantes.
uRdio Marconi no ir mais transmitir as sesses do Legislativo. Proposta foi totalmente incoerente do Legislativo.
uO comrcio de Urussanga estar de portas fechadas na prxima segunda e tera-feira de carnaval. O atendimento volta ao normal na quarta-feira de cinzas, a partir das 8h30min.
uO elogio da semana vai para a famlia Assembleia de Deus pela forma que conduziu o velrio e o enterro da querida Patrcia Felippe, na ltima sexta-feira. Foi de tocar o corao a maravilhosa unio das pessoas em torno da irm que partiu. Assim como foi abenoada a missa de stimo dia, quando seus pais completaram 50 anos de casamento. Que Deus abenoe a toda famlia hoje e sempre!
uO governo federal decidiu no prorrogar a vigncia do horrio de vero neste ano, como havia sido cogitado na semana passada. Tudo volta ao normal no dia 21 de fevereiro.
uA Cmara dos Deputados concluiu essa semana a votao do projeto de lei (PL 4.246/12) que disciplina a jornada de trabalho e o tempo mximo de direo do motorista profissional, a chamada Lei dos Caminhoneiros. Pela proposta, a jornada diria de trabalho foi fixada em oito horas, com possibilidade de duas horas extras. O texto diz ainda que, se for acordado em conveno ou acordo coletivo, a jornada poder ser estendida por mais duas horas. A legislao aplica-se tambm aos motoristas que trabalham com transporte rodovirio de passageiros.
uE por falar no deputado Minotto, ele usou a tribuna da Assembleia Legislativa na tarde desta tera-feira (10) para denunciar o fechamento de escolas rurais. De acordo com o Censo Escolas 2000 a 2011, Santa Catarina s perde na desativao de escolas rurais para os Estados de Rondnia, Gois, Tocantins e Cear. Dale Governador, vamos fechar as escolas, j estamos indo muito bem mesmo.
uPara relembrar o carnaval de salo inspirado nos antigos bailes, a prefeitura de Nova Veneza promove nos dias 12 e 14 de fevereiro o Carnaval Folia, no Palazzo delle Acque. A celebrao uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e a Associao Feminina de Assistncia Veneziana (Afave). O ambiente ser climatizado, com servio de bar e lanche.
uAteno. Neste carnaval conscincia no trnsito, use camisinha e respeite a vida.

Crianas de 6 a 7 anos podem comear a praticar karat

A modalidade de karat vem ganhando grande destaque em Urussanga nos ltimos anos. Devido ao sucesso e a grande procura, o professor Luiz Fernando Rodrigues abriu uma turma para crianas de 6 e 7 anos para iniciarem no projeto Quem luta, no briga. As aulas acontecero todas as teras e quintas-feiras, no Parque Municipal Ado Cassetari Vieira, em Urussanga, das 18h s 18h30m. Sero cinco vagas disponveis.
Optei por abrir um horrio para essa idade porque alm de ser uma tima fase para se inserir uma pessoa no mundo das artes marciais, da filosofia de vida, sempre tive uma grande procura por parte de pais com filhos nessa idade. O foco para as crianas maiores so as competies e formao de atletas. J para as crianas menores o objetivo trabalhar suas capacidades motoras, sua ateno e o dobro de disciplina e respeito, explica ele.
Luiz Fernando Rodrigues ainda ressalta a importncia do esporte para evitar problemas de doena no futuro.
Muitas pessoas tem dificuldades na hora de correr ou dar um salto, por exemplo. E as crianas que estiverem participando dessas aulas, com certeza, no tero esse tipo de dificuldade no futuro. Ser timo para formao delas como pessoas, como seres humanos e tambm para o desenvolvimento do corpo e de habilidades, finaliza Rodrigues.
As aulas so todas as teras e quintas tarde, no Parque Municipal, embaixo do Restaurante San Gennaro. s 15 horas, so alunos de 13 anos de idade.
Das 18h s 18h30m, so para crianas de 6 a 7 anos. s 18h30m, so aulas para jovens e adultos a partir dos 15 anos. Nas quartas e sextas-feiras, pela manh, a vez da turma de 8 a 13 anos, a partir das 10h. Os treinos na sede da AMBRA, em Rio Amrica, acontecem nas teras e quintas-feiras.
Seja um Alpha voc tambm e faa parte da famlia Quem Luta, No Briga. Mais informaes pelo telefone 8829.6580.

Pitaia: uma fruta extica e saudvel

O formato peculiar e a cor exuberante da casca geram curiosidade aos olhos de quem aprecia a fruta pitaia pela primeira vez. O fruto oriundo de uma planta da famlia dos cactos, conhecida em muitos pases por fruta-drago devido casca irregular e gomos escamosos, tem origem na Amrica Central e Colmbia. O leve sabor adocicado e a consistncia da polpa com pequenas sementes so semelhantes fruta kiwi.
No Brasil, o cultivo da pitaia est sendo incentivado por pesquisadores. Em 2011, o pesquisador da Epagri de Urussanga, Ademar Brancher, implantou a cultura da fruta na Estao Experimental. No local, apenas a variedade Hylocereus polyrhizus, que possui camada externa rosa e parte interna branca, cultivada pelos profissionais. Atualmente, 15 palanques com oito ps cada esto gerando os frutos da terceira safra, colhida entre os meses de janeiro e maio. A muda pequena demora cerca de dois anos para produzir as primeiras pitaia, explica Brancher.
Segundo Brancher, a iniciativa de cultivar a pitaia visa desenvolver trabalhos de pesquisa que possam introduzir novas frutas na regio. Devido s condies climticas subtropicais, a planta formada por cactos rsticos se adapta a diversos tipos de solo como, por exemplo, arenosos e argilosos. Em Santa Catarina, a cultura aplicada nas regies litorneas e no extremo oeste, locais livres de geadas rigorosas. A planta fcil de ser cultivada em nossa regio. Alm do clima favorvel, ela muito resistente as pragas e as altas temperaturas, elemento este que pode influenciar na intensificao da doura da fruta. So Paulo o maior produtor do pas, comenta.
Conforme o pesquisador, o mercado da fruta pitaia muito atrativo. O investimento um pouco alto, mas o retorno rpido. Logo se paga na segunda colheita. As mudas custam de 5 a 15 reais. O sistema de sustentao com palanques feitos de madeira tratada, mas duram 15 anos. Uma lavoura tradicional pode comear com quatro palanques com diversos ps da planta em cada, pontua. Na regio, o produtor de pitaia comercializa a fruta por R$ 8. Nos supermercados os consumidores encontraro o produto sendo vendido de R$ 12 a R$ 15 o quilo.

BENEFCIOS PARA A SADE
A fruta pitaia proporciona inmeros benefcios a sade. De acordo com nutricionistas, ela rica em Vitamina C, ferro, fsforo, potssio e oligossacardeos, uma fibra alimentar no digestvel, bem como de fibras que auxiliam no bom funcionamento do intestino. Segundo pesquisadores da Universidade de Chubu, no Japo, a pitaya ajuda a inibir a obesidade graas antocianina, antioxidante que ainda afasta problemas cardacos. O resultado do estudo constatou que a substncia mantm as clulas de gordura murchinhas e ativa o metabolismo.
Alm disso, os benefcios da pitaia incluem o combate ao diabetes tipo 2 (por causa da reduo da glicose no sangue), a preveno do cncer de clon e de infeces bacterianas. As sementes contm 50% de cidos graxos essenciais (megas 3 e 6), um tipo de gordura boa capaz de evitar doenas cardiovasculares.
A pitaia tambm uma tima aliada para o emagrecimento. Ela fonte de tiramina, um aminocido que ativa o hormnio glucagon, capaz de estimular o organismo a utilizar os estoques de glicose e de gordura e transform-los em energia. A polpa fresca ou congelada pode ser utilizada no preparo de vrias delcias, como geleias, sorvetes, iogurtes, compotas, tortas, doces e sucos.

Consumidores aprovam propriedades da fruta

A pitaia uma aposta nova feita pela Epagri de Urussanga. A Estao Experimental apenas cultiva a planta em sua unidade de observao para conhecer a espcie.
Ela uma planta boa para a questo ornamental, nutricional, mas ainda no existe um projeto em nossa Epagri voltado para a fruta, explica o gerente da Epagri de Urussanga, Stevan Arcari.A fruta pitaia pouco difundida e consumida na regio Sul de Santa Catarina. O empresrio Antnio Euclides De Lorenzi Cancellier experimentou pela primeira vez a fruta e pretende cultiv-la em sua residncia.
uma delcia esta fruta extica. A planta linda e a vantagem que pode ser cultivada em qualquer lugar, vantagem. Vou plantar no meu jardim e tambm em outra propriedade em Palmeira Alta, frisou.
A vendedora Sirlei Donadel ficou encantada com o sabor da fruta. Ela muito gostosa e diferente, alm de percebemos aps o consumo que ela passa saciedade. Se o preo no for muito caro eu consumiria todos os dias, afirmou.
Olha que bonita, disse surpreso o vendedor Joo Margotti. Nunca havia comido e nem conhecia. At hoje no experimentei nada parecido. muito saborosa, no enjoativa e nem cida. O sabor suave, consistente e se tem poder nutritivo grande, melhor ainda, acrescentou.
O comerciante Marcelo Pavan j conhecia e apreciava a pitaia devido ao paladar e aos benefcios a sade. Ela deveria ser mais popular, acessvel, pois dizem que muito boa para a sade, finalizou.

Audincia Pblica discute desassoreamento do Rio Urussanga

O Estudo de Impacto Ambiental e o Relatrio de Impacto do Meio Ambiente (EIA/RIMA) do projeto de desassoreamento do Rio Urussanga foram apresentados na noite de tera-feira, 10, no Salo Paroquial So Roque, em Morro da Fumaa. Cerca de 200 pessoas compareceram audincia pblica organizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Cricima, Fundao do Meio Ambiente (Fatma) de Cricima e Defesa Civil Regional.
Conforme o coordenador regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, a audincia uma fase preparatria para conquistar a licena ambiental. Depois deste encontro, os membros da Fatma iro avaliar todo o material como a ata, os vdeos e as perguntas feitas pelo pblico, explicou. Silveira lembra que Morro da Fumaa foi escolhida para a reunio por dois motivos. O primeiro, por que foi a cidade que iniciou a discusso e a segunda por ter 100% do territrio dentro da bacia do rio Urussanga.
O projeto foi contratado por oito das dez cidades cortadas pelo manancial e apresentado pela equipe tcnica do IPAT/Unesc, responsvel pelo estudo. Ao todo, foram elencados 39 impactos durante a realizao dos trs processos de recuperao do rio. Entre eles, a alterao do relevo, da qualidade da gua e do solo. Para minimiz-los, a equipe do IPAT/Unesc props algumas medidas, como a recuperao das reas de preservao permanente, entre outras. O desassoreamento do Rio Urussanga abrange dez cidades: Cricima, Urussanga, Cocal do Sul, Iara, Balnerio Rinco, Pedras Grandes, Treze de Maio, Morro da Fumaa, Sango e Jaguaruna.
Cerca de R$ 120 milhes provenientes do Ministrio da Integrao esto previstos para serem aplicados ainda este ano na limpeza de toda a extenso do rio. Foi um dos projetos apresentados pela Defesa Civil de Santa Catarina que foram aprovados em Braslia, e um investimento consideravelmente alto, que trar inmeros benefcios para a regio, por isso da importncia desta apresentao, para que as pessoas passem a conhecer o trabalho que se deseja realizar no futuro, no Rio Urussanga, disse o secretrio regional da SDR de Cricima, Joo Fabris.

Gravao do Centenrio de Urussanga ser transformada em filme

O aposentado Antnio Carlos Reis Conto e o cineasta Yves Goulart receberam, na ltima quinta-feira, dia 5, no CineMult 3D, dezenas de pessoas para um momento memorvel para Urussanga. Formadores de opinio e pessoas ligadas cultura e poca foram convidadas a assistir a gravao das comemoraes do centenrio de Urussanga, exibido pela primeira vez, depois de 36 anos. A sesso indita que durou cerca de duas horas serviu para contar com a contribuio e orientao dos participantes para a composio do filme com base no material centenrio que ser projetado nos Estados Unidos pelo cineasta, que far um trabalho minucioso em cima das gravaes.
As gravaes foram feitas por Antnio Carlos em 1978 e guardadas a sete chaves. Elas retomam as atividades e programao de duas semanas de festa realizadas pela Prefeitura Municipal que, na poca, tinha como prefeito, Ruberval Francisco Pilotto. Gincanas, jogos, desfile, entre outras cenas foram acompanhadas com muita ateno e diverso pelos telespectadores que ficaram encantados com o que viram. A recuperao do filme um fato histporico. Na poca ter a mquina era muito dificil para filmar. Mexeu muito com a emoo das pessoas que participaram desta festa. Uma iniciativa louvvel e que amrca uma poca, destacou o telespectador, Srgio Maccari.
Segundo Antnio, o trabalho foi feito em conjunto com o cineasta que abraou a ideia ao assumir e ser o diretor da edio futura do filme. O material foi levado para Nova York onde Yves fez uma pr-edio, que incluiu ainda uma abertura na voz de Odemar Costa. A ideia era fazer um vdeo familiar, mas com a riqueza de conhecimento do cineasta, iremos mais longe. Trinta e seis anos depois foi uma surpresa. Pois quem estava ali eram crianas na poca, algumas pessoas tambm j partiram. Foi muito boa a iniciativa. At hoje repercute, ressaltou.
De acordo com o cineasta o vdeo apresentado foi do material cru. Agora essa imagem viva da cidade de quase 40 anos atrs ser editada e transformada em um vdeo digital. A inteno agora fazer um vdeo com depoimentos de pessoas que fizeram parte dessas comemoraes, resgatar o sentimento e manter viva a histria da cidade. Esse material muito rico e merece ser compartilhado e eternizado, explicou Goulart.

Lions reunir mais de 250 de membros do clube em Urussanga

O Lions Clube de Urussanga realiza no dia 7 de maro a terceira reunio do Conselho Distrital LD9, como denominada a regio catarinense a partir de Biguau e de Lages at o sul do Estado de Santa Catarina. O evento comea s 8 horas, no Centro Comunitrio da Igreja Matriz.
Na manh da ltima quinta-feira, dia 12, o presidente do Lions Clube de Urussanga, Sebastio Turazi e a secretria, Zelma Mariot Hilbert, estiveram no gabinete do Prefeito em exerccio, Luiz Henrique Martins, para explicar os detalhes do evento. So esperadas de 250 a 300 pessoas. Ser um evento para discutir assuntos sobre o Clube e tambm para reunir os participantes do Lions no Distrito LD-9, informou Zelma. A Prefeitura de Urussanga ser parceira do evento.