Reunio da Bocha

A Comisso Municipal de Esporte (CME), de Urussanga, vai realizar uma reunio na Cmara de Vereadores, na segunda-feira, dia 26 de fevereiro, a partir das 19h30min, para discutir o Campeonato de Bocha Masculino e Feminino. Interessados em participar da competio devem comparecer reunio para a discusso do regulamento e outros assuntos.

Torneio de Futebol Suo

No dia 25 de maro, ser realizado o torneio de futebol suo de Linha Pacheco. A inscrio custa R$ 60,00. A premiao para o primeiro lugar de R$ 220,00 e trofu; para o segundo, R$ 160,00 e trofu; terceiro, R$ 110,00 e quarto, R$ 60,00. O limite para inscrio de 12 equipes. O regulamento diz que dois perdedores subiro para a chave dos ganhadores, sendo disputado nos pnaltis. O torneio ser realizado mesmo com chuva e o time que no comparecer na hora marcada pagar a carta. O incio as 9 horas, com tolerncia de 30 minutos para o primeiro jogo. Aps o incio, no haver mais tolerncia. Contatos atravs do telefone 3491 2003, com Ivam.

Interesse pblico (?)

Maria Pinheiro e Guilherme Serafim apresentaram indicao para o envio de uma moo de repdio Secretaria Municipal de Sade pelo que consideraram como tratamento e prtica de perseguio poltica e assdio moral aos servidores. Maria, ao utilizar a tribuna, criticou a postura da secretaria ao transferir dois motoristas de ambulncia para o transporte escolar. Segundo ela, eles no estariam acostumados a trabalhar com crianas e isso poderia prejudicar o trabalho. Edson Manoel, como lhe compete, defendeu o Executivo, taxando o fato como uma deciso administrativa que deve ser respeitada. Para ele, um motorista um motorista, seja de ambulncia, de nibus, de carro ou de caminho. Depois de alguns minutos de discusso que no levaram a lugar algum, o vereador Vanderlei Marcrio provocou: no somos ns que vamos resolver o problema, quando se trata de funcionrio concursado s fazer um inqurito administrativo. Ao final, a moo foi aprovada e, mais uma vez, os edis perderam seu tempo discutindo rixas polticas e esqueceram de desenvolver projetos e indicaes que realmente interessam aos urussanguenses.

Novela mexicana

o que est parecendo a eleio para a mesa diretora da Cmara, marcada para a prxima tera-feira, dia 27. O acordo est de p? Essa a dvida de Luiz Henrique Martins. Um acordo feito entre o PMDB, PFL, PT e PSB coloca Cuca na presidncia da Cmara. Mas, na ltima sesso, o vereador do PMDB Guilherme Serafim, alm de afirmar que votar em branco disse que muitas guas ainda vo rolar. Joel (PFL) garantiu que vota em Cuca. Deco (PSB) exigiu uma nova reunio com os partidos para averiguar se o acordo est de p. A reunio vai ocorrer nesta sexta-feira, dia 23, s 18 horas. Cuca est pessimista com relao ao cumprimento do acordo e teme que o desfecho da ltima eleio se repita. Empate entre Cuca e Deco, com quatro votos cada, do a presidncia ao vereador do PSB, pois ele recebeu mais votos que o petista no pleito de 2004. Segundo Cuca, a afirmao de que Deco no pode concorrer presidncia no procede. Ele teria conversado com o presidente em exerccio Zelo e este dito que nada do que est escrito impede Deco de concorrer. Cuca ainda afirmou que conversou com o vereador do PSB para que ele protocolasse um requerimento desistindo de concorrer, mas Deco teria se negado a fazer. O edil j ressaltou na ltima sesso que a renncia lhe custou um preo muito alto e, ao que parece, caso seja eleito na semana que vem, no vai desistir de ocupar o posto mais alto da Casa novamente. A reunio de hoje promete. Agora, esperar a votao para ver se o famoso acordo ser mantido. Novela mexicana assim: as emoes ficam para o ltimo captulo.

Sem discusses

Sem matrias a deliberar, as discusses se concentraram numa indicao ao Executivo, para que a Secretaria de Educao disponibilizasse uma mulher para acompanhar os alunos que utilizam o transporte escolar em todas as sries, com exceo do ensino mdio, a fim de evitar acidentes no embarque e desembarque, bem como colaborar com a manuteno dos veculos; e uma moo de repdio Secretaria de Sade. A primeira, de autoria dos vereadores Maria Pinheiro, Guilherme Serafim e Vanderlei Marcrio, foi aprovada por unanimidade e sem discusses. J a segunda rendeu alguns minutos de bate-boca.

Rpida e tranqila

A sesso da Cmara de Vereadores de Urussanga, desta quarta-feira, dia 21, foi rpida (durou somente uma hora), tranqila (apenas leves discusses), sem projetos de lei (no havia nada a ser discutido, a no ser uma indicao e uma moo de repdio) e contou com pouca participao popular (sete muncipes e a maioria deles pblico fiel s sesses). Duas razes podem explicar a aparente tranqilidade e a pouca participao das pessoas: o suspense e a ansiedade que envolvem a eleio da mesa diretora e a ressaca do Carnaval, respectivamente.