O PMDB 2

Os celulares foram acionados sem parar ao final da sesso. No ptio da cmara se formaram os grupos que debatiam intensamente o resultado da votao. Depois de conversar com dirigentes do PMDB local pelo telefone e disparar contra Balaio ao vivo pelo microfone da Rdio Marconi, Cuca teceu sua concluso: O PMDB quem sai mais prejudicado disso tudo. Por traz do discurso, o sinal de que iro ocorrer longas negociaes at as primeiras semanas de 2007. Cuca mostrou ainda dispor de munio contra o partido, que poder ser detonada caso no atinja seu objetivo. O ano novo comea sob temperatura mxima na poltica local.

Prximos captulos 2

Alm da briga no tapeto, os fatores polticos tambm podero influir nos prximos captulos. Por exemplo: uma eventual renncia de Deco logo no incio do mandato provoca novas eleies, oportunidade em que o PMDB poderia colocar o primeiro suplente (Luiz Carlos Cardoso, o Nariz) na vaga de Guilherme Serafim, o Balaio, garantindo assim, ao menos em tese, o cumprimento do acordo. Nessa hora, especulaes o que no faltam. Nas entrelinhas, contudo, cresce um sentimento claro: torna-se cada vez mais difcil o caminho do petista. A coisa est to complicada que, na hiptese de nova votao, Balaio j tido como favorito para a disputa por algumas figuras de peso na poltica local.

Prximos captulos 1

grande a possibilidade de novos desdobramentos nessa novela, a comear pelas disputas judiciais. A redao do regimento interno da Cmara para realizao de nova votao em caso de empate falha, e d margem a muitas interpretaes. Uma delas, por exemplo, aponta uma irregularidade na eleio do vice-presidente. No primeiro escrutnio, Vanderlei Marcrio, o Deco, foi o eleito para o cargo, com sete votos, Jos Rogrio dos Santos, o Zelo, recebeu os outros quatro. Como aquele partiu para disputar com Cuca o segundo turno, Zelo levou. No entanto, para garantir a eleio em primeiro turno, o regimento interno da Cmara exige maioria absoluta, ou seja, mnimo de cinco votos. Assim sendo, o cargo de vice tambm deveria ser includo na segunda votao. Como argumentao jurdica, a tese plausvel.

O PMDB 1

Um dos grandes enredos desta histria a situao do PMDB, que saiu rachado dessa peleja. Mas pairam muitas dvidas no ar: qual o tamanho do estrago? Vai desestabilizar o partido? E, principalmente, qual a posio dos caciques regionais e estaduais da sigla a respeito? H quem diga que, se houve influncia, foi a favor da posio adotada por Balaio. Inegavelmente, h muitos desafetos de Luiz Henrique Martins (Cuca) dentro do partido, situao que ocorre em maior ou menor grau nas demais agremiaes. No necessria, pois, muita astcia para perceber o quanto esses grupos esto atuando com certa sintonia para atrapalhar o sonho do petista.

Acidente grave no deixa feridos

Dois veculos colidiram no trevo de acesso ao Centro de Urussanga, prximo ao posto BR Petrobrs, nesta segunda-feira. Um Gol entrou na pista sem perceber a aproximao de um Tempra que ia em sentido a Cocal do Sul, e acabou colidindo na lateral do Tempra. Apesar do susto e da destruio de parte dos carros, ningum se feriu gravemente. Apenas uma passageira foi levada para o hospital para observao. O motorista do gol havia chego da Almenha, onde trabalhav. A imprudencia rendeu prejuzos e o rapaz ter de pagar os concertos de seu carro e do carro do outro motorista.

Sempre disponvel imprensa?

Talvez tenha sido fora de expresso do chefe de gabinete do prefeito Luiz Carlos Zen e diretor do Samae, Odivaldo Bonetti, ao dizer no programa Comando Marconi, da Rdio Marconi de Urussanga, na ltima quarta-feira, que ele sempre est disponvel a imprensa. Mal sabem ele a dificuldade do Jornal Vanguarda de conseguir uma palavra se quer ou agendar uma entrevista com ele e com vrios secretrios e diretores de Urussanga. Os problemas de comunicao no so de hoje e no so uma exclusividade desta administrao. A no ser que Odivaldo considere imprensa somente a Rdio Marconi, ento tudo bem.

A classe dos indecorosos

O vereador Omero de Bonna utilizou o espao na tribuna para criticar o aumento vergonhoso, indecoroso e abusivo, como classificou o edil, votado e aprovado pela mesa diretora do Congresso Nacional (leia-se Cmara dos Deputados e Senado). O presente de Natal renderia s suas exelencias, segundo Omero, a ninharia de 10 salrios mnimos por dia, considerando nesta conta alm dos salrios todos os outros valores repassados a cada um, como auxilio moradia (3 mil reais), telefone (4 mil reais), passagem area (de 4 mil a 16 mil reais), verba de gabinete (apenas 56 mil reais), sem contar quantia no contabilizadas, como propina, subornos, compra de opinies, superfaturamento de obras, desvio de recursos pblicos mensalo e mensalinho, acordes para livrar cumpadres de processos, valeriodutos, sanguessugas, vampiros, contrabando, trfico de drogas, armas, lavagem de dinheiro, compra de votos e mais vrias outras coisas. Esta cambada (tirando as raras excees cada vez mais raras, redundncias parte) custa ao pas cerca de 10 bilhes de reais por ano!!

Um ltimo pedido

No a primeira vez, mas parece que o vereador Vanderlei Marcrio no agenta mais pedir para a prefeitura e suas secretrias darem ateno aos requerimentos por ele encaminhados ao poder pblico para melhorar, principalmente, algumas estradas no interior. Vanguarda publicou h algumas edies matria mostrando que, at aquele momento, a maioria das estradas estavam em boas condies. Mas parece que as festividades de final de ano abaixaram a presso de algumas secretrias, inclusive a de obras e estradas do interior a fora foram esquecidas. Indo para Belvedere Baixo foi possvel ver que alguns buracos foram tapados com ps de areia, a exemplo de como operam os tapa buraco em rodovias estaduais pavimentadas com asfalto, jogando uma p do material no buraco e partindo para outra. Que beleza!!! Solo lunar, como diria nosso amigo colunista Rangel Quaglioto, o PPK.

IPTU

No est fcil de entender. A Prefeitura de Urussanga quer diminuir o desconto para quem paga a vista o IPTU de 40% (desconto dado desde 1993) para 35%. No so todos os vereadores que esto a favor. Joel Gaspar Rodrigues fez uma emenda para o projeto de lei para manter o desconto atual. Mas isso, ao que parece, no caberia ao vereador fazer. Caso o projeto seja aprovado, quem poder resolver a questo a justia, alegando inconstitucionalidade ao ato. A cada sesso, uma surpresa, e quem no est habituado ao vocabulrio e regimentos destes poderes, acaba levando um grande n na cabea.