Cirsures: aterro fica trs dias sem mquinas

Um incio de ano nada bom para o Cirsures. Na ltima segunda-feira, dia 23, a empresa que presta os servios de operao no aterro sanitrio do Cirsures retirou as mquinas por falta de pagamento. O problema ser sanado na quinta-feira pois algumas prefeituras ainda no fizeram o repasse. Conversei com Orleans, Lauro Muller, o coordenador tcnico conversou com Urussanga e todos se comprometeram em saldar a dvida at no mximo quarta-feira, afirmou o presidente do consrcio Valdemar Saccon, prefeito de Morro da Fumaa. O atraso no repasse se deu em funo de problemas de ordem jurdica e operacional. Algumas cmaras ainda no haviam aprovado os novos valores para 2006 e em outras alguns funcionrios estavam em frias. Soma-se a isso o intenso perodo de chuvas que piora ainda mais as condies do aterro. Com relao s dvidas provenientes do ano passado, o presidente explicou: Todos os municpios tero que pagar nos trs primeiros meses de 2006 um valor adicional referente s dividas do ano passado. Isso ficou acertado em nossa ltima reunio de 2005. J est tudo programado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *