Noite tumultuada na Cmara de Vereadores

A Cmara de Vereadores de Urussanga viveu uma noite tumultuada na ltima tera-feira. Uma manifestao organizada pelos Clubes de Mes do municpio lotou as dependncias da sede do legislativo, protestando contra a rejeio do projeto que previa a destinao de uma verba mensal de R$ 8 mil ao Auras (Associao Urussanguense de Assistncia Social). O clima ficou to tenso que a sesso foi encerrada na metade pelo presidente da casa, Joel Gaspar Rodrigues (PFL).

Durante os pronunciamentos feitos na tribuna pelos vereadores que votaram contra a proposta, muitos dos presentes ao ato se excederam, vaiando os parlamentares e gritando palavras provocativas. Quando o vereador Jos Rogrio dos Santos, o Zelo (PSDB), usava seu tempo, o presidente suspendeu os trabalhos por dez minutos. Na volta, os nimos estavam mais calmos, mas quando a vereadora Stela Maris De Agostim (PP) encerrou seu discurso, fez uma declarao que deixou os manifestantes revoltados: Fiquei desapontada com vereador Deco, que disse que devamos chamar a polcia, que aqui est o lixo da sociedade. Deco, como conhecido o vereador Vanderlei Marcrio (PSB), no esboou reao, e a partir da no foi mais possvel conter a hostilidade do pblico. A sesso foi encerrada, no havia mais condies de continuar.

Os manifestantes, em sua maioria absoluta as prprias senhoras que integram os grupos de mes, permaneceram do lado de fora, esperando a sada de Deco e dos demais vereadores que votaram contra o projeto, e a polcia, como queria Deco, de fato foi solicitada para garantir sua sada do recinto.

Auras ou Secretaria?

O verdadeiro motivo do ato de protesto promovido pelos Clubes de Mes, ao qual vrios vereadores atriburam um carter puramente poltico, foi a deciso da Cmara de reprovar o projeto do Executivo que destinava R$ 8 mil/ms ao Auras, instituio que mantm os clubes. Na votao, foram contra a proposta os vereadores Deco, Zelo, Maria Pinheiro, Guilherme Serafim e Joel Gaspar, e favorveis os parlamentares, Omero De Bona, Edson Manoel, Stela Maris, e Luiz Henrique Martins, o Cuca.

Quem se posicionou contra, defendeu seu ponto de vista argumentando que a verba exagerada, e que em outras gestes uma quantia bem menor era destinado ao Auras. Achamos mais coerente que este dinheiro seja destinado Secretaria de Desenvolvimento Social, diz o vereador Guilherme Serafim, que nem teve a chance de usar seu espao na Tribuna. J o governo, garante que a medida apenas torna mais transparente o repasse de recursos, que antes era feito de outras maneiras. No final do ano passado, a diretoria do Auras estava atrs de um contador para conseguir fechar as contas da associao, informou o vereador Omero de Bonna. J o vereador Cuca, foi mais longe em suas afirmaes. Penso que a proposta do governo d mais transparncia gesto dos recursos. Na administrao passada, por exemplo, a presidente do Auras comprava tinta na loja da me dela, espetou.

O que so os clubes de mes

Os clubes de mes so grupos de mulheres que se renem semanalmente, promovendo atividades recreativas e ministrando cursos de artesanato. So 39 ao todo, e deles fazem parte cerca de 700 senhoras em todo o municpio. Para mim, uma coisa muito boa, uma terapia, diz Souvenir Cechinel Demarch, do grupo de mes de Rio Carvo.Da verba de R$ 8 mil, R$ 7 mil seria destinada folha de pagamento das agentes sociais e das monitoras que trabalham com os grupos (o Auras possui 11 funcionrias), mas para a oposio esse tipo servio deve ter um cunho mais voluntrio. Os edis que votaram contra o repasse apressaram-se todos em garantir que no querem a extino dos grupos, apenas acham a quantia excessiva, e preferem que a atividade seja efetuada pelo prprio Poder Pblico, e no transferida ao Auras. Se depender da disposio das mulheres presentes ao Edifcio 26 de Maio na tera-feira, a polmica no deve terminar to cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *